Olhar Direto

Segunda-feira, 20 de setembro de 2021

Notícias | Cidades

'CONTRA FURTIVO'

Operação apreende veículos e identifica foragidos da justiça atuando no transporte clandestino de passageiros

30 Jul 2021 - 16:43

Da Redação - Michael Esquer e Marcos Salesse

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Operação apreende veículos e identifica foragidos da justiça atuando no transporte clandestino de passageiros
A Polícia Militar realizou entre os dias 5 a 17 de julho a Operação Contra Furtivo, com o objetivo de identificar pessoas envolvidas no transporte clandestino de passageiros e produtos, em Cuiabá. A ação resultou na apreensão de cinco veículos e identificação dos envolvidos na organização criminosa. Entre as pessoas acusadas estão um homem foragido da justiça e outro que cumpre pena em regime de liberdade condicional, sendo monitorado por uma tornozeleira eletrônica.

Leia mais: 
Comandante crê que pelo menos um dos bandidos do ‘Novo Cangaço’ esteja morto na mata

A operação foi realizada após denúncia da Associação Mato-grossense de Taxistas, que já sondava a movimentação clandestina na região do Coxipó, próximo a um supermercado atacadista. Durante a averiguação, foi constatado que alguns dos condutores apresentavam passagem criminal por crimes como tráfico de drogas, estupro e roubos e furtos.

Os militares localizaram ainda motoristas que não tinham habilitação para dirigir e nem licença para trafegar com passageiros. Durante a ação, um dos veículos chegou a ser apreendido duas vezes, já que na primeira vez que foi levado, o motorista regularizou a documentação e retornou a praticar o transporte clandestino. 

A Tenente Coronel Jane, do 9º Batalhão da Polícia Militar, explicou como os acusados atuam para encontrar passageiros que aceitem as corridas clandestinas. “Eles ficam parados nos pontos fazendo uma hora e acabam abordando as pessoas. Quando elas saem com seus carrinhos de compras, eles perguntam se essas pessoas desejam uma corrida e oferecem o serviço por um valor bem abaixo do cobrado por taxistas ou motoristas de aplicativo”, disse. 

Ainda segundo a Tentente, alguns passageiros já perderam toda sua mercadoria ao confiarem em motoristas que atuam clandestinamente. “Já recebemos denúncias de pessoas que contratam uma corrida e quando chegam no destino final e descem do carro, o motorista sai e a pessoa perde todo o material”, comentou. 

De acordo com o presidente da Associação, Abel Arruda, há um risco muito grande para os passageiros que utilizam esse tipo de transporte. “O passageiro acaba entrando no veículo na boa fé e depois que estão dentro acabam sendo vítimas de assédio. Alguns mudam o preço inicial da corrida, obrigando o passageiro a pagar o valor, sem permitir que ele desça do veículo”, afirmou. 

Duas secretarias municipais, de Ordem Pública (Sorp) e de Mobilidade Urbana(Semob), integraram as ações nas ruas. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet