Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Notícias | Cidades

SECRETÁRIO EXONERADO

Câmara reconhece gravidade de denúncias de assédio e afirma que tomará providências cabíveis

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Câmara reconhece gravidade de denúncias de assédio e afirma que tomará providências cabíveis
A secretária de Comunicação da Câmara Municipal de Cuiabá, jornalista Elizângela Tenório, considerou graves as acusações de assédio contra o ex-secretário de Gestão Administrativa, Bolanger José de Almeida, de 71 anos, veiculadas pela imprensa nesta segunda-feira (2).

Leia também:
Secretário é exonerado após acusação de assédio a servidoras da Câmara de Cuiabá

Contador, auditor e consultor de diversas empresas de grande porte, Bolanger foi nomeado em janeiro deste ano para compor a administração do biênio (2021/2022). No entanto, acabou exonerado oito meses depois por conta das denúncias. Foi ele quem entregou o pedido para deixar o cargo na última sexta-feira (30).

“Quanto a qualquer denúncia que chegar, a Câmara vai fazer o levantamento e vai tomar as providências cabíveis. As acusações que estão chegando até nós, principalmente através da imprensa, são acusações graves e a Câmara irá tomar todas providencias assim que receber isso de forma oficial, sem dúvida nenhuma”, informou Elizângela ao Olhar Direto.
 
Em boletim de ocorrência registrado dia 26 de julho, uma das vítimas conta que trabalha na Casa de Leis desde 2015. Servidora concursada, ela conta que desde que Bolanger assumiu o cargo, teria comportamentos inadequados com algumas funcionárias do setor.

O contador faria comentários desagradáveis sobre o corpo da vítima, a chamava de ‘meu amor’ e tocava na mulher enquanto conversava. Incomodada, ela resolveu levar o caso à Polícia Civil.

Já a outra servidora, que trabalha na Câmara Municipal há seis anos, contou que o ex-secretário iria até a mesa dela falando que esteve em “locais finos” no fim de semana e que teria conseguido ejacular duas vezes mesmo sendo idoso.

Em outra ocasião, Bolanger teria entrado no banheiro feminino para tratar de assuntos de trabalho, mas teria sido advertido pela vítima, que pediu para conversarem na sala. O então secretário teria dito não perceber que estaria no banheiro.

Outro dia, o homem teria pedido ajuda para enviar um arquivo. A servidora pediu para sentar na frente do computador, pois saberia que a intenção de Bolanger seria encostar nela.

Quando foram trocar de lugar, Bolanger teria alisado as costas da mulher, pegado no cabelo dela e dito: “Cabelo comprido é bom para isso”, descreve a ocorrência.

A vítima teria repreendido Bolanger de forma enérgica e dito: “Não toque nos meus cabelos e nem em mim. Não fale comigo de forma não verbal”.

Bolanger foi secretário da Prefeitura de Cuiabá por duas vezes, ocupou cargo de presidente do CuiabáPrev, foi secretário Municipal de Rosário Oeste, de Fazenda, Planejamento e Controlador interno de Várzea Grande e subsecretário de Fazenda do Estado de Mato Grosso.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet