Olhar Direto

Sábado, 25 de junho de 2022

Notícias | Política MT

infraestrutura

Em Cuiabá, ministro inaugura 168km de rodovia e promete duplicação de Cuiabá a Sinop em quatro anos

20 Ago 2021 - 14:24

Da Redação - Isabela Mercuri / Do Local - Max Aguiar

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Ministro Tarcísio Freitas

Ministro Tarcísio Freitas

O ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas participou, na manhã desta sexta-feira (20), da inauguração de 168km de duplicação da BR-163/364, de Rondonópolis a Cuiabá. Ele ainda afirmou que acredita que a rodovia estará duplicada também de Cuiabá a Sinop daqui a quatro anos e prometeu investimentos de R$ 800 milhões ao ano neste setor.

Leia também:
Ministro vem a Cuiabá inaugurar duplicação da BR-163 e fala em investimento de mais de R$ 800 mi por ano em rodovia

“168km de duplicação de Rondonópolis a Cuiabá, chegando à região do Distrito Industrial, a gente percebe vários trechos como a duplicação feita em pavimento rígido, significa que é um trabalho que vai ter uma durabilidade maior, e era necessário num segmento tão movimentado que a gente tivesse a via duplicada”, comemorou Tarcísio após o evento.

Tarcísio ainda afirmou que a duplicação é a saída para diminuir o grande número de acidentes causados por colisões frontais. “A gente vai ter mais fluidez, vamos melhorar a situação de mobilidade, vamos melhorar o nível de serviço, reduzir o tempo de viagem e com certeza vamos salvar muitas vidas. Então a gente ganha do ponto de vista da logística e ganha no ponto de vista da segurança”, afirmou.

Em relação à extensão da rodovia até Sinop (500km de Cuiabá), o ministro explicou que o trecho está sob concessão da Rota do Oeste, mas um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) deve ser assinado até agosto para haver a transferência de controle até setembro. Tarcísio afirmou que há um grupo muito interessado e a expectativa é de que as obras comecem em fevereiro de 2022 e seja concluída em quatro anos.

“[Investimento de] em média R$ 800 milhões, a gente está falando em R$ 3,2 bi que serão investidos em quatro anos, ou seja, uma meta desafiadora, não é fácil trazer R$ 800 milhões, principalmente pelas interferências, você tem que ver que é uma rodovia muito movimentada e a gente tem que fazer 80km/ano para cumprir essa meta. Mas é uma meta possível, o consórcio que está interessado em entrar está muito engajado, estamos mantendo várias conversas e a gente está confiante no atingimento dessa meta e desse objetivo”, finalizou Tarcísio.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet