Olhar Direto

Terça-feira, 07 de dezembro de 2021

Notícias | Cidades

zona rural de cuiabá

Fogo consome vegetação há cerca de uma semana na fazenda da Brita Guia e moradores pedem ajuda; veja vídeos e fotos

Foto: Reprodução

Fogo consome vegetação há cerca de uma semana na fazenda da Brita Guia e moradores pedem ajuda;  veja vídeos e fotos
Um incêndio atinge uma área de vegetação há cerca de uma semana em uma área da fazenda Brita Guia. Os moradores do distrito do Aguaçu e Machado, na zona rural de Cuiabá, sofrem com as consequências disso. Além do calor e baixa umidade relativa do ar, a fumaça causa danos à saúde dos idosos e crianças.

Leia também:
Filho de ganhador da Mega-Sena morre após perder controle do carro e bater em árvore

Reginaldo Nunes de Almeida é morador da região e gravou alguns vídeos para mostrar a situação. Ele pontuou que nos últimos cinco anos os incêndios têm sido frequentes nesta época do ano na região, onde há uma empresa de brita que faria algumas explosões de rochas.

“Muita fumaça e fogo. Nós da comunidade ajudamos e tivemos apoio dos bombeiros e da Votorantim que mandou dois caminhões-pipas, uma pá carregadeira e um trator que foi contendo. Mas da Brita Guia nada, ninguém compareceu para ajudar e fogo nasceu no mato perto da empresa”, pontuou.

O fogo causa diversos prejuízos as famílias com a morte de animais que não conseguem fugir, perdas de pastagens e plantações de verduras dos pequenos agricultores. “Se nós não estivéssemos lá para conter o fogo, teria se espalhado para muitas chácaras. Ontem à noite queimava perto da Brita Guia, mas não tinha ninguém lá”, acrescentou.

O Corpo de Bombeiros, através da assessoria de imprensa, disse que a Base Descentralizada de Chapada dos Guimarães vem sendo acionada constantemente para realizar combates na região desde a semana passada. Mas até agora não foi possível extinguir os focos. 

Procurado, o proprietário da empresa Brita Guia esclareceu que o processo de detonação não tem fogo, queima e também não dá origem a combustão. E mesmo que desse, segundo ele, isso aconteceria somente onde há rocha.

Ele afirma também que as brigadas estão desde o primeiro dia combatendo aos incêndios, mas o fogo se alastrou para uma área de preservação onde os funcionários não tem acesso. Além disso, para chegar a esse ponto é preciso passar por uma serra com equipamentos.

Os dados preliminares, ainda conforme a Brita Guia, mostram que o incêndio começou na beira da estrada e avançou pela mata seca chegando às áreas de mata mais densa. A Brita Guia disse que acionou o PrevFogo e registrou um boletim de ocorrência.

No documento obtido pelo Olhar Direto e registrado na 1ª Delegacia de Polícia o comunicante narra que por volta das 12h20 da última terça-feira (24), foi avisado pelos colaboradores de uma empresa da região sobre o início das queimadas.

Diante disso, as brigadas de duas empresas teriam se unido para tentar combater o fogo que teriam perdurado até o dia seguinte. No boletim o comunicante diz também que não há informação sobre quem tenha começado o fogo. 

Diferente da fala do empresário, Reginaldo diz que se for relizada perícia para saber o local de onde surgiu o fogo, será possível confirmar que a empresa responsável é a Brita Guia. "Esse fogo nasceu de dentro das terras da fazenda Brita Guia. Isso é fato", assevera o morador. 

Veja nota da empresa da empresa na íntegra:

1) O incêndio teve início na mata em área da fazenda, fora da área de mineração da empresa; Os aceiros e outras medidas preventivas não foram suficientes para evitar seu início;
 
2) O fogo foi causado por terceiros ou por ignição espontânea, não por interferência nossa;
 
3) estamos agindo para combater com nossas brigadas e todos os equipamentos, mas infelizmente as dificuldades de acesso são grandes na região do morro e não tivemos êxito imediato.
 
A empresa reforça seu compromisso com as boas práticas e a preservação ambiental, e lamenta que este episódio tenha ocorrido. Tão logo seja controlado, envidaremos esforços para detectar a origem e dinâmica da queimada.



Veja vídeos: 
 


 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet