Olhar Direto

Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Notícias | Política MT

PRECISA DE 9 ASSINATURAS

Após diversas reclamações, vereador propõe abertura de CPI para investigar Águas Cuiabá

Foto: Reprodução

Após diversas reclamações, vereador propõe abertura de CPI para investigar Águas Cuiabá
O vereador Marcus Brito Junior (PV) apresentou durante a sessão ordinária desta quinta-feira (16) um requerimento que propõe a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o cumprimento do contrato por parte da concessionária de saneamento Águas Cuiabá. São necessárias nove assinaturas, o equivalente a um terço dos parlamentares.

Leia também:
Vacinação em postos de saúde tem pouca procura e Prefeitura atinge apenas 16% da meta

"A medida ainda se justifica pelas inúmeras reclamações que munícipes realizam sobre a qualidade dos serviços prestados pela concessionária, tais como o refazimento de obras que já foram executadas, o estado em que a Águas Cuiabá deixa a pavimentação das vias públicas após intervenções", diz trecho do requerimento.
 
A intenção do parlamentar é verificar se o contrato firmado entre o município e a Águas Cuiabá está sendo cumprido, levando em consideração investimento, prazos, obras e demais itens que foram pactuados.
  
"Todos os vereadores recebem denúncias e queixas envolvendo a Águas Cuiabá. Estou propondo uma investigação séria e transparente que vá responder aos questionamentos da população cuiabana, e espero contar com o apoio dos colegas vereadores", disse Brito Junior.
 
O parlamentar ainda afirma que a investigação ainda levará em consideração o Termo de Ajustamento de Conduta – TAC, firmado com o Estado de Mato Grosso, o Município de Cuiabá e a Concessionária Águas Cuiabá S/A para resolver a questão do lançamento de esgoto, por órgãos públicos e privados, na lagoa do Parque das Águas, um dos principais cartões-postais da Capital.
 
Por fim, cita o artigo 34ª da Lei nº 8.987 de 1995, o qual prevê intervenção em caso de descumprimento contratual.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet