Olhar Direto

Segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Notícias | Cidades

corte na testa

Homem contrata serviço de mudança, se recusa a fazer pagamento e dá pedradas na cabeça de trabalhador

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Homem contrata serviço de mudança, se recusa a fazer pagamento e dá pedradas na cabeça de trabalhador
Dois homens deram entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Rondonópolis (216 km de Cuiabá) após se envolverem em uma discussão que teve como motivo a prestação de um serviço de mudança. Na ocasião, um deles se recusou a pagar o serviço prestado pelo outro e o atingiu com uma pedrada na cabeça. Enquanto fugia, o suspeito caiu e também se feriu com um corte na cabeça.

Leia também:
Homem é assassinado a tiros e corpo encontrado por crianças que iriam jogar bola em miniestádio

De acordo com a Polícia Militar, os agentes da corporação foram solicitados por volta de 21h30 para atender a ocorrência. No local, a vítima disse que, na quarta-feira (22) havia sido contratada pelo suspeito para realizar uma mudança de móveis. 

Nesta quinta-feira (23), porém, o suspeito compareceu bêbado em sua casa dizendo que não iria pagá-lo pelos serviços que ele prestou. O homem também apresentava tom e comportamento agressivo. Neste momento, os dois iniciaram uma discussão, onde o suspeito pegou algumas pedras e passou a atingir a vítima. 

Uma das pedradas atingiu a cabeça da vítima e causou uma lesão em sua testa. O suspeito, então, após ter causado o ferimento, fugiu do local. Os militares realizaram buscas pela região e encontraram o homem há cerca de 100 metros do local, caído no chão e cercado por pessoas. 

Aos policiais, as testemunhas disseram que o homem corria pela rua, quando no cruzamento da Avenida Ponce de Arruda com a Avenida Costa e Silva, se desequilibrou, caiu e bateu a cabeça no meio-fio, causando, assim, um corte na testa e inchaço nos olhos. 

Diante dos fatos, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi solicitada e encaminhou a vítima e o suspeito para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. Ambos ficaram sob observação médica. Não há informações se o suse
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet