Olhar Direto

Quarta-feira, 27 de outubro de 2021

Notícias | Cidades

NA FRONTEIRA

Jovem de 26 anos é assassinado com 7 tiros na cabeça por grupo criminoso que deixou carta ao lado do corpo

Foto: Reprodução

Jovem de 26 anos é assassinado com 7 tiros na cabeça por grupo criminoso que deixou carta ao lado do corpo
Jovem natural de Rondonópolis, Rogério Laurete Buosi, de 26 anos, foi morto com pelo menos 13 tiros enquanto dormia em sua casa, na cidade de Pedro Juan Caballero. Autoria do crime foi atribuída ao grupo “Justiceiros de La Frontera”, que age de forma organizada exterminando quem pratica crimes de roubos e furtos na região de fronteira. O caso aconteceu na noite deste sábado (25) e policiais encontraram uma carta ao lado do corpo do rapaz.

Leia mais: 
Polícia recupera R$ 53 mil subtraídos de vítima durante compra de gado

Encontrado em cima de um colchão da casa onde morava, no bairro Defensores Del Chaco, o corpo de Rogério estava alvejado com 7 tiros de pistola nove mm na cabeça, 3 no braço esquerdo, 1 na mão e outras partes do corpo também apresentavam lesões. A perícia criminal recolheu, ao todo, 13 cápsulas de munição.

Ao lado do cadáver havia uma carta deixada pelo grupo com a seguinte frase: “não robar na fronteira. Ass, Juss Front”, como se fosse uma assinatura dos justiceiros após o crime. A Polícia Nacional do Paraguai está responsável pela investigação do caso.
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet