Olhar Direto

Domingo, 24 de outubro de 2021

Notícias | Política MT

REFORMA À VISTA

De olho na saída de secretários para eleições, Thiago afirma que MDB tem bons nomes para compor staff de Mauro

27 Set 2021 - 15:55

Da Redação - Airton Marques / Do Local - Max Aguiar

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

De olho na saída de secretários para eleições, Thiago afirma que MDB tem bons nomes para compor staff de Mauro
De olho na saída de secretários que pretendem disputar as eleições de 2022, o deputado estadual Thiago Silva revelou que o MDB ainda não desistiu de conquistar mais espaço dentro do Governo Mauro Mendes (DEM). O partido aposta na sua força, com quatro deputados estaduais e dois federais, além de comandar municípios que, juntos, representam mais de 30% da população mato-grossense.

Leia também:
Salles elogia governo, mas pondera que estado não estava tão ‘caótico’ como Mauro afirma

“O MDB ajudou a eleger o governador Mauro Mendes, porém desde o inicio o partido numa pressionou para ampliar sua participação. Da mesma forma que defendemos o nome de Mauro em 2018, nós precisamos participar efetivamente das discussões”, afirmou Thiago.

“Acredito que agora em dezembro tem uma reforma administrativa, até porque alguns secretários deverão ser candidatos a deputado, e o MDB tem vários nomes preparados para assumir secretarias”, completou.

Desde o início da gestão, em 2019, o MDB ocupa o comando da Secretaria de Agricultura Familiar (Seaf), com o deputado Silvano Amaral. No início do ano, por articulação do presidente regional, deputado federal Carlos Bezerra, o próprio Thiago foi convidado a assumir a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação. O parlamentar, no entanto, recusou o convite.

Sobre a possibilidade de assumir algum posto, como na Secretaria Estadual de Educação (Seduc), o deputado desconversou. Afirmou que continua cumprindo o compromisso firmado com sua base e que deve buscar sua reeleição, o que inviabiliza se tornar secretário, já que teria que se desincompatibilizar do cargo logo no início do ano, seis meses antes do pleito.

Em relação à disputa pelo Palácio Paiaguás, o parlamentar afirmou que o Diretório Estadual ainda não bateu o martelo, mas que a tendência é de que a legenda continue apoiando Mauro, em uma eventual disputa à reeleição. Sobre o movimento liderado pelo Prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro, que busca formar um grupo de oposição e não descarta enfrentar o governador nas urnas, Thiago pontuou que o gestor ainda não levou tal proposta aos membros da diretoria estadual, mas que o partido irá discutir todos os cenários e estará unificado nas próximas eleições.

Quanto à reforma administrativa citada por Thiago, o governador garante que nenhuma mudança é prevista e que qualquer conversa nesse sentido não passa de especulação. Ele confirma, no entanto, que alguns secretários demonstram interesse em disputar um cargo eletivo e que terão que deixar o cargo dentro do prazo legal. Nos bastidores, os principais nomes com pretensão eleitoral são: Giberto Figueiredo (Saúde), Alan Santos (Educação) e Beto Dois a Um (Cultura, Esporte e Lazer).
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet