Olhar Direto

Domingo, 22 de maio de 2022

Notícias | Meio Ambiente

Veja vídeo

Guardiões do Pantanal denunciam que rompimento de fios da Energisa tem causado incêndios no bioma; concessionária nega

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Guardiões do Pantanal denunciam que rompimento de fios da Energisa tem causado incêndios no bioma; concessionária nega
Em menos de 24 horas, o rompimento de fios elétricos teria causado dois incêndios florestais ao longo da Transpantaneira na região de Poconé (105 km de Cuiabá). Organizações da região apontam que Energisa teria conhecimento da situação, porém, não prestou serviço de manutenção. A concessionária, por sua vez, disse que é impossível determinar a causa de um incêndio através apenas de um vídeo e reforçou o compromisso com a proteção do bioma. 

Leia também:
Prefeito anuncia compra de hospital privado para atender cidade e região: "Nenhum gestor teve a nossa coragem"

De acordo com Raul Santos, presidente do Sindicato Rural de Poconé e membro do Guardiões do Pantanal, a situação é recorrente e se intensifica nos períodos de estiagem. No ano passado, a Energisa teve conhecimento da situação após o deputado estadual Carlos Avalone (PSDB) ter convocado uma audiência pública na Assembleia Legislativa para discutir o assunto, explica Santos.

Na ocasião, ficou firmado o compromisso da concessionária de se empenhar no serviço de manutenção de postes e fios, o que não aconteceu, conforme relata Raul. 

No último registro de incêndio causado por rompimento dos fios, nesta quinta-feira (30), aeronaves do Corpo de Bombeiros (CBMMT) teriam ajudado no combate ao fogo, o que resultou no controle, mas não o fim dos riscos. Isto porque outro incêndio foi registrado na mesma manhã, onde os fios ficaram energizados, trazendo o risco de eletrocussão aos brigadistas e também reavivamento das chamas.

Outra situação que foi apontada pelo Sindicato Rural de Poconé é a contribuição estatística desses eventos, que são computados como fogo gerado pela ação humana. “Quando esses números aparecem, colocam sobre os produtores rurais a culpa dos incêndios. Mas, isso não é justo com o público que está engajado e empregando recursos próprios e até mesmo horas de trabalho no combate e suporte as equipes”.

No começo da tarde desta quinta, o Sindicato oficializou um novo pedido para manutenção da rede ao longo da Transpantaneira na Energisa Mato Grosso. 

“Mesmo com toda atenção, corremos o risco de perder o controle de um dos incêndios porque a vegetação está muito seca e estamos enfrentando uma das estiagens mais severas dos últimos anos. E, afinal de contas, a responsável pelos fios deve dar a manutenção. A Energisa diz que é sustentável. Então, não pode contribuir, por conta da sua omissão, com os incêndios no Pantanal”.

Assista vídeo (24s):



O que diz a Energisa

A reportagem procurou a concessionária para entender a situação apontada pelo sindicato que atua no Pantanal. Em nota, a empresa disse que é impossível afirmar que ambos incêndios tenham tido origem no rompimento de fios elétricos apenas com o registro de vídeos. Disse ainda que a rede elétrica pode ter sido afetada por intervenção irregular na fiação, uso ilegal do fogo e até raios. 

Leia a nota na íntegra

A Energisa destaca a importância da checagem das informações antes da publicação de conteúdos de redes sociais sem a devida comprovação, reforçando a responsabilidade de toda a sociedade neste sentido. A empresa afirma que é impossível determinar a causa de um incêndio no Pantanal apenas por um vídeo e sem a devida investigação pericial. Por isso, é preocupante afirmar que o problema foi ocasionado pela rede de energia, que leva qualidade de vida a tantas famílias na região, incluindo pousadeiros e ribeirinhos. 

É importante ressaltar que a Energisa tem sistemas de proteção que atuam cortando a eletricidade em caso de rompimento dos fios. E que a rede elétrica pode ser impactada por diversos fatores externos, como a intervenção irregular em redes de energia, o uso ilegal do fogo e até condições climáticas, como raios. Todos estes fatores que são sabidamente verificados na região. 

A empresa reforça o compromisso com a proteção do Pantanal, apoiando ações como a doação de toneladas de alimento aos animais impactados em regiões atingidas pelo fogo, assim como a assistência e implantação de redes de energia sustentáveis em comunidades instaladas no bioma.

 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet