Olhar Direto

Sábado, 04 de dezembro de 2021

Notícias | Meio Ambiente

'abafa amazônia'

Governo de MT investe R$ 73 milhões e lança operação para fiscalizar queimadas ilegais na Região Amazônica

Foto: Christiano Antonucci

Governo de MT investe R$ 73 milhões e lança operação para fiscalizar queimadas ilegais na Região Amazônica
O Governo de Mato Grosso lançou nesta quarta-feira (6) a Operação "Abafa Amazônia". A ação tem o objetivo de inibir e punir o uso não autorizado do fogo no meio ambiente. Os municípios da Região Norte do Estado, por exemplo, são alvo de uma fiscalização que teve início nesta semana e deve seguir ao longo do último trimestre do ano — período que também coincide com a reta final do período de estiagem.

Leia também:
Artista de VG com síndrome rara emociona Tatá Werneck com arte digital; jovem precisa de ajuda em vaquinha

“Essa Operação é muito importante, pois estamos na fase de responsabilização, com foco naqueles que cometeram crimes ambientais, em específico as queimadas ilegais, aquelas sem autorização. Quando punimos o responsável pelo cometimento de ato ilegal contra a natureza, essa ação serve de exemplo para que outros não cometam algo semelhante", declarou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Alessandro Borges.

De acordo com a assessoria do Executivo Estadual, quem coordena a operação é o Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) com o apoio da força integrada de 35 agentes de segurança Pública, Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Defesa Civil, Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e Perícia Oficial de Identificação (Politec).

Conforme decreto publicado no Diário Oficial, o período proibitivo de queimadas na zona rural em 2021 continua vigente de 1º de julho a 30 de outubro. Neste período, fica proibido o uso do fogo em áreas rurais para limpeza e manejo, para evitar incêndios florestais de grandes proporções. Na zona urbana, as queimadas são proibidas o ano todo.

De acordo com Mauren Lazaretti, secretária de Estado de Meio Ambiente, nesta fase da operação os trabalhos de fiscalização foram concentrados em pontos com maior incidência de focos de calor, identificados pela Plataforma de Monitoramento com Imagens de Satélite Planet. O sistema atua na detecção do desmatamento em tempo real de alta resolução e permite um monitoramento ambiental preventivo.

“Nesta fase, as forças de segurança do Estado estão integradas, cada um atuando dentro das suas atribuições para combater os ilícitos ambientais, incêndios florestais na Região Amazônica. Temos a plataforma Planet que nos encaminha os alertas, semanalmente, que são distribuídos para as estruturas de segurança Pública para que o Estado possa cumprir o seu papel, coibidos esses elícitos de destruição contra à natureza”, declarou.

Ainda de acordo com o Governo do Estado, a realização deste trabalho é resultado do investimento de R$ 73 milhões para as diversas ações de combate a temporada de incêndios florestais 2021. As instituições foram fortalecidas com equipamentos, veículos, dentre outras medidas para proteção dos Biomas mato-grossense que apresentaram satisfatório de redução na incidência de focos de calor na vegetação: Pantanal 92%, Cerrado 53% e Amazônia 38%.

Quem esteve presente no lançamento 

Estiveram presentes no evento o secretário-adjunto de Integração Operacional, coronel PM Juliano Chiroli, o comandante-Geral Adjunto do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Ricardo Antônio Bezerra Costa, a comandante do Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), tenente-coronel BM Jusciery Rodrigues Marques, o Presidente da Comissão de Meio Ambiente, deputado Carlos Avallone e outros demais militares da Polícia Milita, Ciopaer, Defesa Civil, Sema e representantes estaduais.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet