Olhar Direto

Quarta-feira, 08 de dezembro de 2021

Notícias | Esportes

Terceiro derrubado pelo Dourado

Crespo é demitido do São Paulo após empate contra o Cuiabá na Arena Pantanal

Foto: Fellipe Lucena / saopaulofc

Crespo é demitido do São Paulo após empate contra o Cuiabá na Arena Pantanal


O técnico Hernán Crespo não é mais treinador do São Paulo. Em comum acordo, o clube anunciou nesta quarta-feira (13) que o argentino não continua à frente da equipe. A decisão foi tomada em comum acordo após conversa entre a diretoria e ele. A saída acontece dois dias depois do empate em 0 a 0 contra o Cuiabá, na Arena Pantanal, ocasião em que o time mato-grossense criou mais e só não saiu com a vitória graças às ótimas defesas de Thiago Volpi. É o terceiro treinador que cai após uma partida contra o Dourado.

Leia mais:
Setor de visitante na Arena Pantanal contraria protocolo da CBF; são-paulinos usaram camisa de time argentino

Também deixam o Clube Juan Branda (auxiliar técnico), Alejandro Kohan e Gustavo Sato (preparadores físicos), Gustavo Nepote (preparador de goleiros) e Tobías Kohan (analista de desempenho), que chegaram ao Tricolor junto com o treinador.

Ao longo de oito meses, Crespo dirigiu a equipe na conquista do Campeonato Paulista e trabalhou em 53 partidas, com 24 vitórias, 19 empates e dez derrotas, aproveitamento de 57,23% dos pontos. O time ainda foi comandado em outros quatro jogos pelo auxiliar Juan Branda, quando o argentino se recuperava da Covid-19.

O São Paulo agradeceu o argentino pelo trabalho e pela dedicação demonstrados durante todo o período e pela conquista do título do Estadual, triunfo esse que não era obtido desde 2005.

Após o título estadual, Crespo conviveu com problemas físicos dentro do elenco e viu o desempenho da equipe cair drasticamente. 

Na Libertadores e na Copa do Brasil, o argentino conviveu com eliminações pesadas e que também marcaram o trabalho. No torneio sul-americano, uma derrota por 3 a 0 para o rival Palmeiras marcou o fim da participação tricolor nas quartas de final.

Na Copa do Brasil, a eliminação veio depois de uma derrota por 3 a 1 para o Fortaleza, em partida na qual o São Paulo também pouco ameaçou o rival fora de casa. O time caiu na fase quartas de final.

Em setembro, também após um jogo contra o Cuiabá (vencido pelos mato-grossenses), o Santos foi outro a demitir o seu treinador à época. Fernando Diniz não resistiu à pressão e acabou deixando a Vila Belmiro.

Eduardo Barroca também foi demitido do cargo após um empate sem gols contra o Cuiabá, na 22ª rodada do Brasileirão de 2021. 

Porém, o Dourado foi o primeiro time a mandar embora um técnico, quando demitiu Alberto Valentim após o empate na estreia com o Juventude. Após a saída, muito se especulou sobre os motivos da queda precoce, mas a explicação do clube é que houve um erro na contratação. Para o seu lugar, veio Jorginho, que tem feito ótima campanha.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet