Olhar Direto

Domingo, 05 de dezembro de 2021

Notícias | Política MT

DEU NO ESTADÃO

Deputado Juarez Costa está em lista de 30 parlamentares que destinaram verba pública para compra de ‘Tratoraço’ com sobrepreço

Foto: Reprodução

Deputado Juarez Costa está em lista de 30 parlamentares que destinaram verba pública para compra de ‘Tratoraço’ com sobrepreço
Uma investigação do Jornal Estadão, com base em planilha interna do Ministério do Desenvolvimento Regional e um relatório da Controladoria-Geral da União (CGU), rastreou nomes de políticos que enviaram verbas federais para compras de tratores sob suspeita de sobrepreço. No grupo de 30 parlamentares identificados está o deputado federal por Mato Grosso, Juarez Costa (MDB), que tem residência em Sinop. 

Leia mais:
Homem mente que esposa tem depressão após ela pular de apartamento para não ser morta a facadas

Além de Juarez, nomes como do deputado Vitor Hugo (GO); o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), ex-
presidente do Congresso; e o relator-geral do Orçamento de 2020, deputado Domingos Neto
(PSD-CE) também compõe o grupo.

Segundo o Estadão, os nomes dos deputados e senadores por trás das emendas do "tratoraço" vinham sendo mantidos em sigilo graças a um acordo do Executivo com lideranças do Congresso para viabilizar o orçamento secreto e construir uma base de apoio parlamentar ao governo Jair Bolsonaro.

A planilha do Desenvolvimento Regional, obtida pela reportagem do Estadão, mostra que todos solicitaram
repasses para prefeituras, aprovados em dezembro. Resultado: o ministério celebrou 74 convênios classificados pela CGU, em relatório de auditoria recentemente divulgado, como tendo "risco alto ou extremo"
de sobrepreço.

Ainda conforme a reportagem, os valores a mais identificados nos convênios ligados a esses políticos passam de R$ 6 milhões. Trata-se, porém, de apenas um pedaço dos R$ 142 milhões em sobrepreços identificados pela CGU em licitações e convênios do Desenvolvimento Regional, com recursos do orçamento secreto.

Apesar da distância de 1.000 km da sua base eleitoral, que é em Sinop, o deputado Juarez Costa disse que indicou repasse para Alto Araguaia porque na última eleição teve o apoio do prefeito, Gustavo Melo (PSB).

“Fui o deputado mais votado na cidade dele. Você atende bem os municípios que te correspondem. O único retorno que você tem é político”, disse. A respeito do sobrepreço, disse que as máquinas encareceram bastante, mas que o questionamento deveria ser feito para a prefeitura.

Procurado pelo Estadão, o prefeito de Alto Araguaia, Gustavo Melo, disse que, se houver sobrepreço, conforme alega a CGU, “a gente cancela a licitação e faz de novo”. “Se perder o recurso, a gente perde, não tem o que fazer. Não estamos aqui pra fazer coisa errada”, disse.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet