Olhar Direto

Sábado, 04 de dezembro de 2021

Notícias | Cidades

Alvo da Deletran

Homem que ‘atropelou’ cruzes na avenida do CPA estava alcoolizado e responderá por três crimes de trânsito

Foto: Reprodução

Homem que ‘atropelou’ cruzes na avenida do CPA estava alcoolizado e responderá por três crimes de trânsito
O motorista que subiu no canteiro da avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA) e derrubou as cruzes de uma manifestação pacífica em homenagem aos mais de 600 mil mortos pela Covid-19, deverá responder por três crimes de trânsito. Câmeras flagraram ele ingerindo bebida alcoólica e observando enquanto os objetos eram colocados no local.

Leia mais:
Motorista sobe em canteiro e destrói cruzes em homenagem as vítimas da Covid-19 em Cuiabá; veja vídeo
 
O delegado Christian Cabral, titular da Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), instaurou inquérito policial para apurar a conduta do motorista que de forma intencional transitou em alta velocidade em cima do canteiro. Ele já á foi identificado e responderá por direção perigosa, direção sob a influência de álcool, além do crime de dano.
 
O fato ocorreu durante a madrugada de segunda-feira (25.10), quando voluntários do Observatório Social de Mato Grosso fizeram um protesto pacífico de combate à corrupção, fincando cruzes pintadas de preto com balões vermelhos em homenagem às vítimas da Covid-19, no canteiro central da Avenida do CPA.
 
Após o término da montagem, o motorista que estava com veículo estacionado do lado direito da avenida, em um trailler de lanches, subiu com o carro no canteiro central da via, passando por cima de várias cruzes, vandalizando a manifestação e em seguida saindo em alta velocidade.
 
O boletim de ocorrência foi registrado na manhã de terça-feira (26), e imediatamente após a comunicação, a equipe da Deletran iniciou as diligências para apurar a autoria dos fatos.
 
Através de imagens de câmeras de segurança foi possível verificar que o suspeito parou no trailler de lanches, próximo a um posto de combustível, por volta das 03h30 e ficou ingerindo bebida alcoólica no local até o início da manhã.
 
Segundo o delegado da Deletran, Christian Alessandro Cabral, nas duas horas em que ficou ingerindo bebida alcoólica no local, o suspeito ficou observando os voluntários montarem o protesto pacífico e possivelmente arquitetando a conduta criminosa.
 
O inquérito policial foi instaurado para apurar os crimes de direção perigosa, direção sob influência de álcool e também o dano.
 
O veículo já foi identificado e os policiais da Deletran trabalham para localizar o suspeito que será intimado para prestar esclarecimentos na unidade especializada.

Em nota, a Prefeitura de Cuiabá afirmou que os objetos foram instalados irregularmente e ressaltou que não existe qualquer solicitação/autorização para a instalação das cruzes, o que confere legalidade à adoção da medida de remoção.

A nota reforça também que o entendimento da Pasta é pelo cumprimento da legislação, alheia a autoria e críticas prestadas em ato de protesto.

A  Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) informou não poder autuar o motorista por causa da resolução 371 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). No momento na infração, ele não foi flagrado por nenhum agente de trânsito, nem por câmera da Pasta. 

A câmera de videomonitoramento que existe nas proximidades não fica em posição fixa a um sentido, mas girando em 360 graus, e por isso, nem sempre pega todos os fatos ao seu redor. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet