Olhar Direto

Terça-feira, 24 de maio de 2022

Notícias | Cidades

emboscada

Homem mata parceiro de facção com cinco tiros após suposto estupro da irmã em Várzea Grande

10 Nov 2021 - 10:05

Da Redação - Fabiana Mendes/Wesley Santiago

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Detalhe: Jovem conhecido como Catarro estava desaparecido e foi encontrado morto.

Detalhe: Jovem conhecido como Catarro estava desaparecido e foi encontrado morto.

A Polícia Militar prendeu Lucas da Silva Alves, 25 anos, por suspeita de matar o parceiro de facção, Rian Leal Gonzaga, 19, conhecido como ‘Catarro’, em uma estrada do local conhecido como Fazendinha, na Passagem da Conceição, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.

Leia tarmbém:
Membros de grupo alvo da GCCO sofriam 'salves' caso não pagassem 'mensalidade do crime'; ordens partiam da PCE

Rian foi morto com cinco tiros à queima roupa na região da cabeça, por supostamente estuprar a própria irmã. Ele foi atraído ao local por Lucas, que mentiu dizendo que ambos iriam cometer um roubo. No local, Lucas sacou uma arma e atirou no colega.

Depois disso, arrastou o corpo por aproximadamente 30 metros para dificultar a localização. Nesta segunda-feira (9), ao ser detido, Lucas confessou a motivação e levou a PM até o local onde os restos mortais de Rian estavam. No matagal, os agentes se depararam com o corpo em avançado estado de decomposição.

Uma arma calibre 7,65 foi apreendida na residência da família, ocasião em que a mãe de Lucas também acabou detida. Denúncias apontam que Lucas não cometeu o homicídio sozinho e teria tido ajuda de pelo menos mais três membros da facção criminosa.

Na hierarquia da facção, Lucas seria o “disciplina”, responsável por organizar punições aos que não cumprem as regras impostas.

O nome de Rian já constava no cadastro do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPP). Ele teria sido visto pela última vez no dia 29 de setembro e a família procurava por informações do rapaz.  
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet