Olhar Direto

Quarta-feira, 29 de junho de 2022

Notícias | Cidades

Nova diretriz

Pessoas que se vacinaram com Janssen terão que tomar segunda dose e reforço; entenda

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Pessoas que se vacinaram com Janssen terão que tomar segunda dose e reforço;  entenda
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta terça-feira (16) que quem tomou a vacina da Janssen, até então de dose única, agora precisará completar o esquema vacinal com uma segunda aplicação. Além disto, pontuou que, depois de cinco meses, será necessário o reforço com um imunizante diferente.

Leia mais:
Ministério da Saúde diminui intervalo para cinco meses e libera dose de reforço para todos adultos
 
Conforme explicou o ministro, durante entrevista coletiva nesta manhã, será observado um intervalo de dois meses de aplicação entre as doses da Janssen. "Ao longo do tempo, passamos a ter informações a respeito desse imunizante da Janssen, que tem tecnologia muito parecida com o da AstraZeneca e requer a segunda dose".

Sendo assim, quem tomou a vacina da Janssen de 15 de setembro para trás, já está apto a tomar a segunda dose. Porém, as prefeituras ainda não informaram como deve se dar o novo esquema.
 
Queiroga pontuou que a segunda dose será feita também com a vacina da Janssen. Além disto, acrescentou que, após cinco meses desta, a pessoa estará apta a tomar a dose de reforço, que será de um imunizante diferente.
 
A decisão, conforme a secretária de Enfrentamento à covid-19, Rosana Leite de Melo, foi inspirada na diretriz dos Estados Unidos. "Quem tomou Janssen completará o esquema vacinal. Vai tomar duas doses, sendo que o intervalo é de dois meses. A Janssen chegou em junho e julho, então estamos dentro do tempo esperado".
 
As vacinas da Janssen devem começar a ser distribuídas ainda nesta sexta-feira, conforme cronograma do Ministério da Saúde.
 
Na última semana, foi enviado para o Brasil um lote de 1 milhão de doses da Janssen, parte das 36,2 milhões de vacinas da farmacêutica asseguradas pelo Ministério da Saúde até dezembro de 2021.
 
Até a quarta-feira (10), em Cuiabá, 14.943 pessoas haviam recebido a dose única da Janssen.
 
Dose de reforço

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta terça-feira (16) que o intervalo da dose de reforço será diminuída de seis para cinco meses após o esquema vacinal completo (dose única ou duas doses). Também foi liberada a dose adicional para qualquer pessoa com mais de 18 anos.

O Ministério da Saúde ainda anunciou a campanha de megavacinação contra a Covid-19, que tem como objetivo informar a população sobre a importância de completar o esquema vacinal contra a Covid-19.

"Estamos juntos em um só objetivo: tornar as políticas públicas ainda mais eficientes. Ultrapassamos os EUA no percentual da população imunizada. Reforçamos que é fundamental a segunda dose para que se complete o esquema vacinal", afirmou o Ministro Queiroga.

A indicação é para que as pessoas tomem a dose de reforço de um imunizante diferente do qual completou seu esquema vacinal. Por exemplo: se você recebeu as da AstraZeneca, poderá tomar da Pfizer. Porém, o Ministério da Saúde destaca que não é estritamente necessário que isto ocorra, sendo que a pessoa poderá tomar a terceira do mesmo fabricante.
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet