Olhar Direto

Quinta-feira, 26 de maio de 2022

Notícias | Política BR

retrospectiva 2021

MT foi destino recorrente de ministros e Cuiabá recebeu Bolsonaro pela primeira vez desde a posse

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

MT foi destino recorrente de ministros e Cuiabá recebeu Bolsonaro pela primeira vez desde a posse
Em 2021, Mato Grosso foi destino recorrente de ministros do Governo federal. Ao menos sete cumpriram agenda na Capital e em alguns municípios polos, como Rondonópolis (187 Km de Cuiabá) e Sorriso (341 Km de Cuiabá). Além disso, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) esteve pela primeira vez, desde que assumiu o mandato, em Cuiabá.

Leia também:

O capitão da reserva esteve na Capital no dia 19 de agosto, quando participou do Seminário Regional Política de Etnodesenvolvimento e Sustentabilidade, no Hotel Fazenda Mato Grosso. Chegou no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, pela manhã e foi recebido por alguns apoiadores, que ficaram separados em cercadinhos na frente do terminal aeroportuário.

Foi até o Hotel Fazenda em carro aberto e chegando até o local do evento teve que ouvir gritos de manifestantes contrários a sua gestão. No pronunciamento à imprensa e em seu discurso, fez ataques a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que o gás de cozinha e combustíveis estão baratos e que não fazia questão de continuar sendo presidente.

Quando o evento com os indígenas terminou, Bolsonaro voltou a desfilar em carro aberto, na carroceria de uma caminhonete, e foi almoçar uma peixada na Associação dos Sargentos, Subtenentes, Oficiais Administrativos e Especialistas Ativos e Inativos (Assoade-MT), na comunidade São Gonçalo Beira Rio, onde foi paparicado por militares e voltou para Brasília (DF).

Na agenda em Cuiabá, Bolsonaro esteve acompanhado de alguns ministros, como General Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) e Gilson Machado Neto (Turismo).

Infraestrutura

Entre os ministros, destaque para Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), que veio a Mato Grosso em ao menos três oportunidades. Em julho, participou de uma audiência pública organizada pela OAB-MT para discutir os problemas na concessão da BR-163. Na ocasião, também se reuniu com o governador Mauro Mendes (DEM), quando tratou da estadualização da BR-174 e lançamento da primeira ferrovia estadual, que na época estava prestes a ser lançada pelo Palácio Paiaguás.

No mês seguinte, o ministro voltou a Cuiabá e inaugurou 168 Km de duplicação da BR-163/364. Ainda foi até Sinop (842 Km de Cuiabá) participar de evento organizado por lideranças políticas e produtores rurais em prol da construção da Ferrogrão, que ligará Sinop a Miritituba (PA).

No início de julho quem cumprir extensa agenda em Mato Grosso foi o ministro da Saúde Marcelo Queiroga, que esteve em Rondonópolis, Várzea Grande e Cuiabá. Na época, sua visita acabou gerando constrangimento com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que no mês anterior recebeu a promessa de Bolsonaro que a Capital iria receber doses extras das vacinas contra a Covid-19, como recompensa pela realização de quatro jogos da Copa América na Arena Pantanal.

A promessa, no entanto, acabou sendo negada por Queiroga, que se comprometeu a enviar mais doses ao Estado, para reforçar a vacinação dos municípios localizados na fronteira do país.

Além destes, os ministros Milton Ribeiro (Educação) e Damares Alves (Mulher, da Família e dos Direitos Humanos) foram alguns outros da equipe de Bolsonaro que estiveram no Estado em 2021.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet