Olhar Direto

Quarta-feira, 25 de maio de 2022

Notícias | Política BR

EXAME NACIONAL

Deputada afirma que educação vive novo “apagão” e espera segundo dia de Enem sem problemas

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Deputada afirma que educação vive novo “apagão” e espera segundo dia de Enem sem problemas
Coordenadora do Grupo de Trabalho da Câmara Federal que acompanha as duas etapas do Enem, a deputada Rosa Neide (PT) afirmou que 2021 é mais um ano de “apagão” na educação. A avaliação se deve aos resultados do exame nacional, que teve o menor índice de inscritos e a maior taxa de abstenção dos últimos anos no primeiro dia de provas.

Leia também:
Pivetta rebate Neurilan e diz que municípios terão aumento de receita mesmo com redução do ICMS

“Tivemos perda de 26% dos alunos no domingo passado, o menor número de inscritos (3,1 milhões de alunos), mas esperamos que não tenhamos mais intercorrências, que os alunos compareçam, pois é uma perda muito grande para a juventude brasileira, como se fosse um apagão na entrada da universidade em 2021. Já teve um apagão em 2020 e agora mais um apagão neste ano”, disse ao Olhar Direto.

Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) mostra que em Mato Grosso 28,4% dos inscritos não compareceram no domingo (20). Em todo o país, dos 3.109.800 inscritos confirmados, 74% compareceram.

Sobre a interferência de Jair Bolsonaro (sem partido) na escolha das perguntas, Rosa Neide ressaltou que a estrutura da prova não mudou, mas que as declarações do presidente, de que o Enem passou a ter a cara de seu governo, trouxe prejuízos aos estudantes.

“O Governo falou mais do que precisava. As falas de Bolsonaro provocaram a insegurança dos estudantes. No segundo dia os alunos vão mais tranquilos, pois viram que a prova está tranquila também, nos mesmos moldes dos anos anteriores. Com certeza o governo fez sanção em alguma questão, mas a outra pergunta era do banco de itens, então permanece com o mesmo perfil, não descaracterizando a prova”, pontuou.

Rosa Neide é uma das parlamentares de oposição que acionaram o Tribunal de Contas da União (TCU) pedindo a apuração de suposta interferência no Inep, o que o governo tem negado. No sábado (20), o ministro Walton Alencar Rodrigues, do Tribunal de Contas da União, propôs em despacho que o plenário do tribunal analise se as questões do Enem atendem a critérios técnicos.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet