Olhar Direto

Sexta-feira, 27 de maio de 2022

Notícias | Política MT

Evento em Cuiabá

Kassab diz que ‘todos sabem’ que Pacheco é o candidato do PSD à presidência, mas senador desconversa: “podemos discutir”

Foto: Olhar Direto

Kassab diz que ‘todos sabem’ que Pacheco é o candidato do PSD à presidência, mas senador desconversa: “podemos discutir”
Uma das ‘apostas’ da chamada candidatura da terceira via à Presidência da República em 2022, o presidente do Senado Rodrigo Pacheco disse que só falará sobre eleições no próximo ano, e que agora sua maior preocupação é sua atividade enquanto líder do Poder Legislativo. Apesar de o presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, dizer que “todos sabem” que Pacheco é o candidato escolhido pela sigla, o senador preferiu desconversar, em coletiva de imprensa realizada em Cuiabá no último sábado (27): “Podemos discutir”, afirmou.

Leia também:
Em MT, Pacheco diz que emendas são destinadas por boa fé e decisão do STF ‘trava’ orçamento público

Kassab, também presente no evento, foi enfático: “Teremos candidato, todos sabem que o candidato escolhido pelo partido é o senador Rodrigo Pacheco, mas jamais vamos pressioná-lo para que tenha sua decisão num momento em que sabemos que a importância da sua ação está vinculada à sua gestão como presidente do Senado, então terá o momento certo e o presidente Rodrigo Pacheco, senador, saberá qual é este momento”, afirmou o presidente do PSD, depois que Pacheco afirmou que só falaria do assunto em 2022.

Para o presidente do Senado, seu papel atual e institucional é de solução dos problemas do país. “Eu considero que as discussões de cunho eleitoral devam se reservar para 2022. Eu fiquei muito impactado, inclusive, com a notícia de ontem de uma nova variante da África do Sul que alarma o mundo inteiro, já teve queda na bolsa de valores do Brasil, no câmbio brasileiro, queda da bolsa, aumento do câmbio, instabilidade econômica, então nós precisamos ter foco agora nas soluções do Brasil que passe pela discussão de modelo tributário, pela retomada do crescimento, combate ao desemprego, pela implantação de programa social, solução da questão dos precatórios, de modo que nós não podemos antecipar a discussão eleitoral”, argumentou.

Pacheco, no entanto, disse que se o partido ver em seu nome uma possibilidade, a discussão poderá ser feita. “Eu tenho disposição de ajudar o Brasil, sei do meu papel como presidente do Senado, sei que posso ajudar muito o Brasil tendo equilíbrio, sensatez, ponderação, tendo uma boa relação com o Governo Federal, tendo uma boa relação com a oposição, buscando aquilo que nós todos queremos que é a união nacional, esse é meu papel como senador, e o futuro da eleição em 2022 iremos nos posicionar em relação a isso e se o partido encontrar no meu nome alguém que possa catalisar e reunir bons atributos para poder pacificar o Brasil e dar um rumo de crescimento ao país, nós podemos discutir essa possibilidade”, finalizou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet