Olhar Direto

Quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Notícias | Política MT

Em cachoeira

Mauro lamenta morte de estudante e diz que orientou secretário a fazer plano de contingenciamento

08 Dez 2021 - 17:47

Da Redação - Isabela Mercuri / Da reportagem local - Max Aguiar

Foto: Mayke Toscano / Secom MT / Reprodução (detalhe)

Mauro lamenta morte de estudante e diz que orientou secretário a fazer plano de contingenciamento
O governador Mauro Mendes (DEM) lamentou a morte do estudante Daniel Hiarle Arruda de Oliveira, de 14 anos, durante passeio escolar na cachoeira da Prainha, que fica dentro do Parque Véu de Noiva, e faz parte do Circuito das Cachoeiras do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães. Segundo o governador, ele pediu ao secretário de Estado de Educação Alan Porto que tome medidas para diminuir as chances de acidentes como este.

Leia também:
Cachoeira em que estudante morreu durante excursão teve tromba d'água há duas semanas 

“Infelizmente aconteceu, nós lamentamos profundamente. A orientação que eu passei ao secretário Alan é de que tome todas as providencias necessárias, e que faça um plano de contingenciamento para evitar que algo da mesma natureza possa acontecer. Infelizmente acidentes acontecem, e quando eles acontecem você tem que mitigar o fato, mas acima de tudo prevenir para que novamente isso não aconteça”, afirmou o governador na última terça-feira (7).
 
O menino integrava um grupo de 75 alunos, cinco professores e um inspetor da Escola Estadual Welsom de Mesquita (EE Pascoal Ramos), que realizava um passeio turístico no local. Os alunos pagaram R$ 30 para participar do passeio, que é feito com frequência pela unidade.

Conforme o ofício do ICMbio, a entrada do atrativo é feita, exclusivamente, a partir da entrada principal do parque, localizada no Véu de Noiva, após leitura e assinatura de termo de conhecimento de risco. São 150 vagas diárias, com entrada das 09 às 12 horas.

A obrigação de acompanhamento de guia ou condutores para trilhar o caminho entre as cachoeiras foi estabelecida no ano de 2008, após um acidente na Cachoeira Véu de Noiva. O acesso ao Circuito, no entanto, pode ser feito sem acompanhamento de guia turístico, desde que o visitante assine um termo de risco.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet