Olhar Direto

Sexta-feira, 27 de maio de 2022

Notícias | Cidades

Acusado também de estupros

Criminoso morto em abordagem da PM havia tentado matar homem em 'salve'

Foto: Reprodução

Criminoso morto em abordagem da PM havia tentado matar homem em 'salve'
Leandro Oliveira Batista, de 26 anos, morto em um confronto com policiais militares de Ribeirãozinho (470 km de Cuiabá), na madrugada de quarta-feira (29), estava fugindo da região, após ter aplicado um 'salve' [sessões de espancamento] na cidade de Ponte Branca, em que a vítima conseguiu escapar ao correr em um momento de desatenção dos criminosos.

Leia mais:
Homem acusado de estuprar duas crianças morre em confronto com a PM

A vítima de Ponte Branca, um homem de 30 anos, contou que foi levada para um matagal, com a desculpa de usar drogas. Porém, chegando ao local, começou a ser espancada com um pedaço de pau, sendo que os bandidos alegaram que ele seria 'X9' (dedo-duro) e estaria entregando informações do grupo.

Em certo momento, a vítima ouviu um deles ao celular recebendo ordens para matá-la. Neste instante, o homem conseguiu correr e ainda escapar dos disparos de fogo efetuados pelos criminosos. Depois, procurou a PM.

Em atendimento a esta ocorrência em Ponte Branca, a equipe da PM de Ribeirãozinho realizava abordagens aos suspeitos, após compartilhamento de informações entre os policiais.
 
Ao abordar um carro, o suspeito teria confrontado os policiais com uma arma de fogo. Os policiais revidaram a agressão e atiraram no suspeito, que não resistiu aos ferimentos e faleceu no local.  Outros três homens foram presos.

A vítima de Ponte Branca foi levada até Ribeirãozinho onde reconheceu que um dos agressores dele seria Leandro. Também no veículo, estava outro envolvido na tortura.

Este último alegou que somente levou o Leandro até o local, em uma moto que estragou na volta. Já as outras duas pessoas, que estavam no veículo, foram liberadas, pois estavam apenas prestando socorro na estrada, já que a moto do criminoso tinha estragado.

Conforme a PM, Leandro possui seis passagens criminais, sendo duas por estupro de vulnerável, além de tráfico de drogas e ameaça. Os presos também são conhecidos da polícia. (Com informações do Araguaia Notícia)
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet