Olhar Direto

Terça-feira, 24 de maio de 2022

Notícias | Cidades

Familiares lamentaram

Grávida de quatro meses morre após testar positivo para Influenza

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Grávida de quatro meses morre após testar positivo para Influenza
Angélika Souza, grávida de quatro meses, morreu na madrugada deste sábado (1) em um hospital de Sinop (a 479 km de Cuiabá), após testar positivo para Influenza. Segundo amigos e familiares que lamentaram a morte nas redes sociais, Angélica deu entrada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com falta de ar e sofreu embolia pulmonar, não resistindo.

Leia também:
MT vive ao mesmo tempo pandemia de Covid-19, colapso por Influenza e aumento de casos de dengue

“Lágrimas não doem. O que dói é o motivo que as fazem cair. Descanse em paz, prima. Sua alegria e seu jeito divertido está no meu coração. Você é uma estrelinha no céu olhando para nós”, homenageou uma prima nas redes sociais. Angélika tinha 31 anos e faleceu horas após dar entrada no hospital.

A morte da mato-grossense exemplifica o cenário complicado que o estado vive: a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) com a ameaça da chegada da ômicron, colapso da rede básica de saúde e das farmácias pela gripe (Influenza), inclusive com casos de H3N2, e aumento dos casos de dengue. Segundo o secretário de saúde Gilberto Figueiredo, a dengue também é um uma endemia que tem relação direta com o comportamento da população.

“Como é comum nessa fase do ano a dengue toma conta, chega o período chuvoso, as larvas se multiplicam e infelizmente a dengue também é um uma endemia que tem relação direta com o comportamento da população, que acumula lixo, que acumula vasilhas com água dentro de casa. Existe municípios que essa situação é um pouco mais grave, mas todos estão atuando pra contê-la”, afirmou o secretário.

Em Cuiabá, casos de Influenza tem se alastrado. Em um único dia, 28 de dezembro, hospitais públicos e privados registraram 46 internações por Influenza. Deste total, foram 37 de residentes e nove não residentes. Já as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Policlínicas de Cuiabá realizaram 5.953 consultas médicas em três dias.

Visando melhorar o fluxo de atendimento aos usuários, a Secretaria Municipal de Saúde lançou o Plano de Enfrentamento à Síndrome Gripal e Síndrome Respiratória Aguda Grave. Na nova metodologia, todas as unidades básicas de saúde (UBS) passaram a atender aos pacientes com sintomas gripais leves em livre demanda, ou seja, sem necessidade de agendamento. Isso significa que pessoas com sintomas como coriza, mal-estar, febre, diarreia e tosse, devem procurar a unidade de saúde da família mais próxima de sua casa. 

Já ao sentir um desconforto respiratório ou aumento da frequência respiratória, por exemplo, o indicado é procurar a unidade de pronto atendimento. Os casos que necessitarem de internação serão encaminhados para o Hospital Referência à Covid-19 (antigo Pronto Socorro) ou para o Hospital São Benedito, de acordo com o Plano de Enfrentamento.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet