Olhar Direto

Sexta-feira, 27 de maio de 2022

Notícias | Política MT

Covid-19

Emanuel diz que Cuiabá não precisa comprar mais testes rápidos e cita envio de 26 mil pelo MS

Foto: Reprodução / Facebook

Emanuel diz que Cuiabá não precisa comprar mais testes rápidos e cita envio de 26 mil pelo MS
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que o município de Cuiabá não precisa comprar mais testes rápidos para Covid-19, pois recebeu 26 mil do Ministério da Saúde, via Governo do Estado. Segundo o gestor, o município precisaria de 30 mil, mas no momento não é necessário fazer novas licitações.

Leia também:
Emanuel descarta decreto com medidas restritivas apesar de surto de gripe e aumento de casos da Covid-19

“O teste rápido não há necessidade, pelo menos por hora, do município adquirir. Não há necessidade de licitações, que têm dado tanto problema, a gente faz tudo para acertar e ainda acaba incorrendo em situações que muitas vezes precisam ser consertadas, ajustadas, mas outras com muita politicagem, muita pressão politica para tentar jogar a sociedade, os órgãos de controle, justiça em geral contra o gestor e contra sua gestão”, argumentou Pinheiro.

A fala foi em resposta ao governador Mauro Mendes (DEM), que disse que a responsabilidade sobre a saúde básica é do município, após Emanuel sugerir a reabertura do Centro de Triagem na capital. Segundo Pinheiro, o Governo do Estado “sabe que tem que repassar [os testes] para o município”.

Segundo o prefeito, de 7 a 11 de janeiro Cuiabá recebeu 8 mil testes. Ao mesmo tempo, no entanto, o número de casos de síndrome gripal e, consequentemente, a demanda por testes, aumentou muito.

“Se houver necessidade de aquisição de mais [testes], devido à pressão do sistema, nós vamos adquirir dentro da regra, das normas, do que determina a lei. Mas estes 26 mil testes, para o momento... não é o suficiente, mas dá para Cuiabá enfrentar a demanda”, argumentou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet