Olhar Direto

Segunda-feira, 27 de junho de 2022

Notícias | Esportes

Cuiabá cumpre objetivo em 2021, mas precisa ficar atento em 2022

Foto: Reprodução

Cuiabá cumpre objetivo em 2021, mas precisa ficar atento em 2022
Com apenas 20 anos de história, o Cuiabá sem dúvidas conseguiu um feito: não só é uma equipe de Série A, como chegou na elite e conseguiu se manter. Com o empate com o Santos na última rodada chegou a 47 pontos, ficando com quatro a mais que o Grêmio (primeiro time na zona de rebaixamento) e ainda beliscando uma vaga na Copa Sul-Americana.

Para 2022 o desafio é o mesmo: ficar na Série A. Sonhar com mais é possível, inspirando-se por exemplo no Red Bull Bragantino, que no primeiro ano da elite teve uma performance mediana antes de subir patamares no segundo ano e chegar à Libertadores. Entretanto os investimentos são completamente diferentes apesar de ambos serem clubes-empresa.

O time está demorando um pouco para fazer novas contratações e após não renovar com o treinador Jorginho, a decisão por um técnico também está se arrastando. O vice-presidente do clube prometeu que essas questões seriam solucionadas logo antes da reapresentação dos atletas, no começo de janeiro.

Trajetória seguraApesar de ter demitido Alberto Valentim logo na primeira rodada do Brasileirão, o que virou motivo de surpresa e até piadas, a trajetória do Cuiabá na Série A foi segura. O começo foi difícil, com apenas uma vitória nas primeiras rodadas.

Quem conferia as casas de apostas para ver os jogos dos Campeonato Brasileiro e dar seus palpites notava que o Cuiabá tinha odds altas para sua vitória na maior parte dos jogos. Isso mudou na virada dos turnos.
O time fez 24 pontos no primeiro turno e 23 pontos no segundo, o que pode esconder um pouco a virada do time no campeonato, justamente entre a 14ª rodada e a 22ª rodada, onde o time ficou invicto e venceu o Santos (2 a 1 na Arena Pantanal) e o Palmeiras em São Paulo, para ficar em dois grandes resultados.

Mesmo tendo corrido um certo perigo nas últimas rodadas, a folga de quatro pontos para um gigante como o Grêmio é um indicativo do bom trabalho feito.

Segurança para continuar

As receitas do Cuiabá quase quadriplicaram com a subida para a Série A, entretanto a folha salarial também teve que subir para encarar uma competição muito mais difícil e que exige a montagem de um grande elenco.

Um grande perigo de clubes que sobem para a Série A é a criação de contratos longos com jogadores que não rendem o esperado. Se existe uma queda para a Série B, a queda nas receitas é enorme e a folha salarial precisa ser cortada de forma drástica, o que pode gerar inclusive processos na justiça.

Por isso a manutenção na Série A tem que ser muito comemorada – a 15ª posição rendeu 11,9 milhões de reais de premiação - e a permanência precisa ser o primeiro objetivo de todas as temporadas no clube, não importando se foi feito um grande investimento ou se no papel o time é melhor que outros rivais.

Grande concorrência

O futebol brasileiro está passando por grandes mudanças, tanto com a criação dos clubes-empresas usando a nova lei como a queda de grandes clubes, a ascensão de equipes bem-organizadas, mesmo que sem tanto nome e o distanciamento dos clubes de elite (Flamengo, Palmeiras e Atlético-MG) do resto.

Um exemplo disso é o feito que o centro-oeste terá pela primeira vez em 36 anos três representantes na Série A, com o Goiás e o Atlético-GO junto com o Cuiabá. O número é maior que a região nordeste, que terá apenas dois clubes (Fortaleza e Ceará) e viu os campeões brasileiros Bahia e Sport caírem em 2021.

Os três começarão o Campeonato Brasileiro pensando em escapar da degola, mas isso não é restrito às equipes fora do eixo Rio-SP. O mesmo se aplica ao tradicional Botafogo, que sobe para a Série A neste ano. E clubes grandes que até tem bons elencos também não podem baixar a guarda, vide o exemplo do Grêmio, que passou de força na Libertadores e finalista da Copa do Brasil em 2020 para rebaixado no ano seguinte.

O Cuiabá tem por que comemorar até começar o próximo Campeonato Brasileiro. A partir disso são mais 38 rodadas de luta.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet