Olhar Direto

Sexta-feira, 27 de maio de 2022

Notícias | Cidades

posse irregular

Homem é preso com arsenal avaliado em R$ 30 mil após atirar com submetralhadora contra Gefron

Foto: GEFRON

Homem é preso com arsenal avaliado em R$ 30 mil após atirar com submetralhadora contra Gefron
Um homem, que não teve a identidade divulgada, foi preso nesta quinta-feira (13) após utilizar uma submetralhadora para trocar tiros com a polícia em Mirassol D’Oeste (297 km de Cuiabá). Na casa do suspeito foram apreendidos cerca de R$ 30 mil em armamento e equipamentos relacionados. 

Leia também:
Bebê é salvo pela Guarda Municipal após se engasgar com suco e bolacha em 'hotelzinho' para crianças em VG

De acordo com o Grupo Especial de Fronteira (Gefron), a corporação recebeu a denúncia de que pessoas armadas estavam em uma casa, por volta de 22h. No local, foi encontrado um homem em um terreno baldio na lateral de uma casa, possivelmente, cuidando da residência durante a ação criminosa. 

O suspeito passou a atirar quando percebeu a aproximação dos policiais. Os agentes, então, conforme contam, também começaram a efetuar disparos para se proteger. O homem, por sua vez, conseguiu fugir para uma região de mata. 

Outro suspeito, que estava dentro da casa também começou a atirar contra os policiais. Quando o confronto terminou, a esposa do homem abriu o portão da residência e os agentes viram que o suspeito estava abraçado a uma criança, próximo da submetralhadora, de origem boliviana, utilizada para atacar os militares. 

Os militares também constataram que os disparos efetuados pelo suspeito atingiram o pneu traseiro do Ford/Escort, de cor vermelha, do vizinho que morava em frente a residência. O suspeito foi preso e o armamento apreendido.   

Durante buscas na casa do suspeito, foram encontradas mais duas armas de fogo. No total, foram apreendidas duas espingardas, uma submetralhadora, seis munições calibre 9 mm, duas munições calibre 12 gauge,dois carregadores de submetralhadora calibre 9mm e uma espada com bainha. O prejuízo ao criminoso foi estimado em R$ 30 mil. 

Diante dos fatos, o suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde deve responder por posse irregular de arma de fogo, receptação, uso de documento falso e tráfico de drogas.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet