Olhar Direto

Terça-feira, 28 de junho de 2022

Notícias | Cidades

5 a 11 anos

Várzea Grande abre cadastro para vacinação de crianças e define locais; veja

Foto: Pixabay

Várzea Grande abre cadastro para vacinação de crianças e define locais;  veja
A Prefeitura de Várzea Grande abre nesta segunda-feira (17), o cadastro para vacinar crianças de 5 a 11 anos. O município recebeu 1.840 doses para imunização deste público, até o momento, e afirmou que pretende iniciar a aplicação imediatamente. O prefeito em exercício, José Hazama e o secretário de Saúde, Gonçalo Barros destinaram três pontos exclusivos para a aplicação.

Leia também:
Segunda remessa de vacinas para crianças chega a MT na terça-feira; Campanha ainda não começou

“A ordem do prefeito Kalil Baracat é de atenção total a saúde, sem, contudo, deixar de lado outras prioridades também importantes para a população como um todo. Por isso temos atuado com zelo na vacinação das pessoas para que as mesmas se tornem imunes e possam retomar suas vidas dentro desta nova normalidade”, explicou o prefeito em exercício. 


Os locais de vacinação escolhidos são:

•          Clínicas Médicas do Centro Universitário Várzea Grande – UNIVAG no Grande Cristo Rei;
•          Escola Estadual Adalgisa de Barros no Centro da Cidade;
•          Escola Estadual Jayme Veríssimo de Campos Jr (Grande Mapim/Imperial).

 
O Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde definiu como prioritários os portadores de comorbidades ou deficiências; indígenas e quilombolas.

Ainda conforme a Prefeitura, Várzea Grande vai colocar em prática uma migração de bancos de dados das escolas pública para facilitar a inscrição das crianças. Ou seja, aqueles alunos que se encontram regularmente matriculados em unidades de ensino público terão seus dados transportados para o Banco de Dados da Secretaria Municipal de Saúde para agilizar e acelerar o processo de inscrição e posterior vacinação na medida em que forem chegando as vacinas. Para receber a dose, a criança deve estar acompanhada dos pais ou responsável, que precisa apresentar documento pessoal ou enviar autorização assinada.

“Estrategicamente escolhemos estes três pontos, que são importantes, locais, de fácil acesso, amplos, arejados, e que vão dar segurança, conforto e agilidade aos trabalhos de vacinação. Não queremos provocar aglomerações ou congestionamento nos pontos de vacinação, pela própria segurança deles e da família, vez que atravessamos a quarta onda da Pandemia da COVID 19 e de Síndromes Gripais.  Tudo foi discutido com o prefeito em exercício José Hazama e comunicado ao Comitê de Enfrentamento a COVID 19”, explicou o secretário, Gonçalo de Barros

Crianças que testarem positivo para a doença devem aguardar 30 dias a partir dos primeiros sintomas para se vacinar. Já aquelas com sintomas gripais (que testaram negativo) devem aguardar melhora e não podem apresentar quadro febril.

Aquelas que receberam algum tipo de imunizante em prazo inferior a 15 dias também não podem tomar a vacina. “Este alerta é muito importante e faz parte das orientações do Ministério da Saúde, para melhor segurança da saúde da criança”, explicou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet