Olhar Direto

Quarta-feira, 25 de maio de 2022

Notícias | Cidades

ESPÉCIE INVASORA

Fiocruz confirma presença de caracol indiano em Chapada dos Guimarães

Foto: Assessoria

Fiocruz confirma presença de caracol indiano em Chapada dos Guimarães
Sete caracóis indianos foram encontrados em Chapada dos Guimarães (60 km de Cuiabá), conforme a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).  Apesar de pequeno, o bicho é possível hospedeiro de vermes causadores de doença gastrointestinal e até meningite. 

Leia também:
Carro capota e acidente entre diversos veículos trava trânsito na Trincheira do Santa Rosa; veja fotos e vídeo

Os caracóis foram encontrados no início do mês de dezembro no bairro Cohab. Diante disso, Vigilância em Saúde iniciou uma investigação junto aos estabelecimentos que vendem plantas para o município para verificar a possibilidade de alguma importação da Índia.

Além de Mato Grosso, há relatos da presença do caracol da espécie batizada Macrochlamys em São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Espirito Santo, Minas Gerais e Goiás. Ainda não se sabe se os invasores do Brasil estão infectados com algum verme. 

“Em conversa com vários técnicos que a gente conhece do meio, todos dizem que não há nenhum relato, nenhuma informação no Brasil inteiro, que essa espécie seja vetor de algum parasita ou microrganismo. O que acontece é que ela é uma espécie exótica e invasora. Ela ataca agricultura e plantações”, explicou o superintendente da Vigilância em Saúde, Marcelo Amaro, em entrevista à TV Chapada.

O superintendente indicou uma maneira de encontrar e eliminar caracóis. “As lojas de agropecuária vendem iscas que basta você colocar no quintal da sua casa. É barato e especifico para molusco, não causa doença em gato, cachorro, em nada”.

A Secretaria Municipal de Saúde de Chapada dos Guimarães informou que as análises parasitológicas não puderam ser realizadas. Portanto, aguarda posicionamento Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) que em ofício disse que estará elaborando um informe para estabelecer o fluxo das informações sobre estes animais.

Já a SES-MT diz que, por se tratar de uma espécie exótica, os laudos e providencias serão encaminhados a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA) e Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (INDEA-MT) por serem as entidades que fazem o controle desse animal no estado.

Veja nota na íntegra: 

NOTA À IMPRENSA

Esclarecimento sobre o caracol indiano encontrados em Chapada dos Guimarães

A Secretaria Municipal de Saúde de Chapada dos Guimarães informa que no dia 26 de janeiro de 2022 recebeu um ofício da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) informando que o caracol coletado em Chapada dos Guimarães e enviado para análise como suspeito de ser o “caracol indiano” foi identificado como Macroclamys, espécie exótica invasora (que causa danos na agricultura), e que as análises parasitológicas não puderam ser realizadas.

Portanto, estamos aguardando o posicionamento SES-MT que em ofício disse que estará elaborando um informe para estabelecer o fluxo das informações sobre estes animais.

De acordo com o coordenador da Vigilância Sanitária de Chapada dos Guimarães, Marcelo Amaro, ainda não foi encontrado no Brasil moluscos dessa espécie que sejam vetores de algum tipo de microrganismos.

Já a SES-MT diz que, por se tratar de uma espécie exótica, os laudos e providencias serão encaminhados a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (SEMA) e Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (INDEA-MT) por serem as entidades que fazem o controle desse animal no estado.

A partir de agora, a Secretaria Municipal de Saúde seguirá as orientações dos órgãos estaduais competentes para dar seguimento às ações que nos compete como Vigilância em Saúde.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet