Olhar Direto

Segunda-feira, 08 de agosto de 2022

Notícias | Política BR

PALANQUE EM MT

Bolsonaro diz que superou atritos com Mauro e confirma composição para eleições: "vamos tocar o barco"

Foto: Christiano Antonucci/Gcom-MT

Bolsonaro diz que superou atritos com Mauro e confirma composição para eleições:
O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou que deve mesmo compor com o governador Mauro Mendes (União), nas eleições de outubro, quando ambos irão disputar a reeleição. A dobradinha que é ventilada desde o início do ano ficou mais evidente na visita mais recente do capitão da reserva a Mato Grosso, no dia 19 de abril, em que foi acompanhado e eleogiado pelo chefe do Executivo estadual.

Leia também:
Bezerra evita clima de “já ganhou” e avalia que terá que trabalhar muito para conseguir se reeleger

Bolsonaro admitiu que houve um atrito com o governador durante os período mais críticos da pandemia da Covid-19, mas que agora tudo está apaziguado.

"Havia um atrito, o que é normal acontecer, especialmente durante a pandemia. Tive a pouco em Mato Grosso, ele me acompanhou, fomos para um canto e disse: 'vamos tocar o barco' e vamos tocar. Temos Wellington candidato a reeleição ao Senado e da minha parte está resolvido, tenho certeza que da parte do Mauro também. Não tem atrito entre nós, estamos em paz", disse, durante entrevista à Rádio Metrópole FM, nesta sexta-feira (29).

"Mato Grosso é um estado importantíssimo para nós e a harmonia entre Mauro e eu não interessa apenas para Mato Grosso, mas para todo mundo. Estamos fechado e vamos tocar o barco", completou.

Ainda na entrevista, Bolsonaro falou sobre os questionamentos de alguns de seus apoiadores quanto as alianças que tem feito nos estados. Em Mato Grosso, por exemplo, muitos reclamaram da aproximação do presidente com o governador, principalmente por conta da postura de Mauro durante a pandemia, que chegou a assinar cartas cobrando maior atuação do Governo federal contra a Covid e rebatendo ataques sofridos por parte dos bolsonaristas.

Bolsonaro ressaltou que apesar das vontades pessoais, é preciso fazer composições. "Em alguns estados, o eleitor fica chateado comigo, 'porque esse candidato ao governo ou ao Senado?', mas  o interesse nosso aqui é a bancada federal e o Senado. Governador a gente compõe, como nós fizemos a composição com Mauro e é dessa forma.  Nem tudo é como a gente quer, como a gente gosta".

Ao admitir a composição, Bolsonaro confirma a tendência vista nos discursos de Mauro, que além de elogiar o residente, confirmou que tem mais afinidade com o campo bolsonarista.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x