Olhar Direto

Domingo, 07 de agosto de 2022

Notícias | Política MT

IMPASSE NA FEDERAÇÃO

Barranco considera chapa com Neri improvável e diz que apoio ao Senado dependerá de candidatura ao Governo

Foto: Rogério Floretino/Olhar Direto

Barranco considera chapa com Neri improvável e diz que apoio ao Senado dependerá de candidatura ao Governo
O deputado estadual Valdir Barranco (PT) afirmou que considera pouco provável o apoio da federação formada por PV, PT e PCdoB a candidatura de Neri Geller (PP). Isto porque, segundo o petista, o pré-candidato progressista dificilmente irá abraçar a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) a Presidência da República.

Leia mais:
PGR não vê propaganda antecipada em vinda de Bolsonaro a Cuiabá

De acordo com Barranco, a candidatura própria ou eventuais apoios ao Senado por parte da federação depende ainda da definição de quem estará a frente da disputa pelo Governo do Estado.

“O Neri não assume a candidatura do Lula e o primordial para nós é a pessoa assumir de corpo, alma e coração a candidatura do Lula, e ele não fará isso, não adianta que não fará. Nós temos a obrigação de ter uma candidatura ao Senado que nós possamos confiar nesse compromisso”, afirmou o petista. “Lógico que o PT e a federação são muito maiores. Mas a minha opinião é de que ele não assumirá a campanha do Lula, portanto não tem chance nenhuma de estar conosco”, completou o parlamentar.

Como o governador Mauro Mendes (UNIÃO) ainda não decidiu quem irá apoiar ao Senado, havia a conversa, nos bastidores, de que o deputado federal Neri Geller poderia estar no grupo da federação PT, PV e PCdoB e ser o candidato do grupo ao Senado. A hipótese, no entanto, foi descartada pelo progressista.

“Estivemos com o Mauro desde o primeiro dia, então isso é natural. Eu sempre falei bem do Governo, como é que vou agora dizer que ele não presta?! Não posso sair dessa coerência”, justificou.

A aproximação de Geller com a federação foi via Emanuel Pinheiro (MDB), prefeito de Cuiabá, com quem o deputado federal tem boa relação. O vice-prefeito de Cuiabá, José Roberto Stopa (PV), é a principal liderança do PV mato-grossense, que compõe a federação. Emanuel trabalha para que Stopa seja candidato ao Governo com apoio de Lula em Mato Grosso.

“A federação ainda não está discutindo nenhum nome para Senado. No nosso calendário ainda estamos definindo a questão da chapa majoritária para Governo. Até porque, se o PT apontar o nome para Governo dentro da federação, obviamente não vai poder apontar para Senado, e isso vale para todas as siglas. Nós vamos decidir isso caso a caso”, pontuou Barranco.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x