Olhar Direto

Terça-feira, 28 de junho de 2022

Notícias | Política MT

causa animal

Prefeito lança construção do Hospital Veterinário Municipal na Capital

Foto: Davi Valle

Prefeito lança construção do Hospital Veterinário Municipal na Capital
O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) lançou a obra de construção do Hospital Veterinário Municipal (HVM), o Complexo Manchinha, localizado às margens da Rodovia Palmiro Paes de Barros, no Coxipó, região Sul de Cuiabá. O evento foi realizado nesta quinta-feira (26).

Leia também:
Servidores do Ministério Público realizam protesto virtual por reajuste salarial e concurso

A iniciativa é inédita no país e coloca a Capital em posição de evidência como única a dispor de um unidade de saúde pública exclusiva para atendimento e cuidados aos animais domésticos (cães e gatos), fortalecendo o compromisso da gestão atual em prol da causa animal. 

O investimento na edificação do projeto é de aproximadamente R$ 4 milhões. O prazo para conclusão é de 18 a 24 meses, uma espaço de mais de quatro mil metros quadrados, onde 1.500 serão de áreas construídas, fruto de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado em parceria com o Ministério Público Estadual (MPE-MT), fruto do projeto idealizado pela prmeira-dama, Márcia Pinheiro, em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável (SMADESS) e a Diretoria de Bem-Estar Animal (DBEA). Dentre os serviços que serão disponibilizados estão consultas, cirurgias, avaliações, entre outros. 

Emanuel afirmou que a estrutura simboliza o respeito da Prefeitura de Cuiabá com o meio ambiente e sustentabilidade, uma resposta aos atentados e violências presenciadas contra os bichinhos no âmbito municipal que colocando em xeque seu bem-estar e integridade física.

"É desta forma que quebramos paradigmas, um momento histórico para a nossa cidade, mostrando o perfil de uma gestão popular que se preocupa com as vidas cuiabanas, a qual entende que o meio ambiente sustentável e desenvolvido corretamente só é possível quando há consideração pela vida animal, combatendo todas e quaisquer tipos de agressão do homem contra elas. Cuiabá dá um passo a frente na civilização, uma sociedade moderna, participativa e evoluída como é a nossa. Por isso fizemos esse compromisso, oportunizando com que as pessoas, especialmente aquelas que não tem condições financeiras, possam tratar dos seus animaizinhos, por meio da uma grande soma de esforços", declarou o gestor. 

O chefe da SMADESS, Renivaldo Nascimento, destacou que objetivo do hospital é amenizar a alta densidade populacional do município, onde estimam-se que cerca de 14 mil pets vivem em situação de vulnerabilidade social. "Uma obra completa que daqui dois anos será totalmente entregue pela gestão Emanuel Pinheiro que irá revolucionar Cuiabá que tanto necessita através do atendimento humanizado", reiterou. 

O vice-prefeito, José Roberto Stopa, pontuou que a ação promissora servirá de parâmetro para outras cidades. "Uma gestão humanizada, que valoriza de verdade o cidadão só se completa com o cuidado aos animais. Não tenho dúvidas da agilidade e que em breve teremos o primeiro hospital veterinário, principalmente aos domésticos, estendendo a todo o Estado", disse. 

A titular da DBEA, Beatriz Del'Isola, reforçou que o hospital agregará forças ao trabalho desempenhado pela Pasta, pertinentes aos resgates, tratamentos, adoções e procedimentos clínicos, possibilitando a expansão da oferta atual. "A Prefeitura de Cuiabá e o prefeito Emanuel Pinheiro por intermédio do HVM, vão nos ajudar ainda mais na solução e tratativas de nossas demandas, serviços de suma importância, que salvam vidas diariamente", frisou. 

Estiveram presentes à solenidade, a primeira-dama Márcia Pinheiro, o secretário de Mobilidade Urbana, Juares Samaniego, secretário de Obras Públicas, Rauf Macedo, secretária-adjuntas de Obras, Silvia Andreatto, Secretário de Ordem Pública, Leovaldo Sales, secretário de Habitação, Leonardo Leão, secretário de Governo, Luís Claúdio Sodré, secretária-adjunta de Meio Ambiente, Ana Paula Moreli, vereadores, Juca do Guaraná Filho, Sargento Vidal, Marcrean Santos, além de lideranças comunitárias e protetores independentes de animais. 

Homenagem

Denominado Manchinha, o complexo hospitalar leva o nome do cão vira-lata, assassinado em 2018, nas intermediações de um supermercado, em Osasco - SP. O caso ganhou repercussão nacional e foi o responsável pelo aumento da pena a crimes desta natureza no Brasil. 

Já a unidade de saúde se chamará Salvina dos Santos Vidal, em homenagem a mãe do Sargento Vidal, que morreu em 2020, vítima de um crime brutal, ocorrido em Lucas do Rio Verde, no Dia Internacional das Mulheres, 8 de maio daquele ano.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet