Olhar Direto

Segunda-feira, 08 de agosto de 2022

Notícias | Política MT

OS RUMOS DO UNIÃO BRASIL

Jayme endossa “candidatura estratégica” de Bivar e reafirma aliança com PL em MT

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Jayme endossa “candidatura estratégica” de Bivar e reafirma aliança com PL em MT
O senador Jayme Campos (União) comentou nesta quinta-feira (02) a possível estratégia de seu partido, ventilada na imprensa nacional, de lançar a candidatura de Luciano Bivar a Presidência da República como forma de “negociar” o apoio do partido em um eventual 2º turno. Para o mato-grossense, a articulação é inteligente desde que neste cenário os estados estejam liberados para fazer as composições que julgarem mais convenientes. Em Mato Grosso, segundo ele, o caminho mais provável é coligar com o PL, de Jair Bolsonaro.

Leia mais:
Mauro Carvalho nega pretensão eleitoral e crê em liberação de Bivar para apoiar Bolsonaro

“Eu acho muito interessante. Porque se realmente tivermos uma candidatura própria no primeiro turno, sem coligar nem com Lula nem com Bolsonaro, aí no segundo turno o partido libera todas as suas bases para apoiar quem bem entender. Acho que é uma sacada inteligente, porque aí a gente não precisa se comprometer com a concorrência que, ninguém pode desconhecer, hoje está polarizada entre esses dois”, avaliou.

O deputado federal Luciano Bivar foi oficializado como pré-candidato à Presidência pelo União no dia 14 de maio, durante reunião virtual da direção da legenda. Se mantida na convenção partidária, a candidatura de Bivar pode atrapalhar a aliança pretendida por Mauro Mendes e Bolsonaro em Mato Grosso.

Mauro Mendes se aproximou do presidente Jair Bolsonaro nos últimos meses e refinou o discurso bolsonarista em inaugurações de obras pelo interior do Estado. Bolsonaro chegou a dizer, em entrevista, que estava “fechado” e “tocando o barco” com o governador de Mato Grosso.

A possível aliança daria a Mendes, além do apoio do presidente, a presença do PL em seu palanque a reeleição. Jayme, que defende o apoio do partido à candidatura de Wellington Fagundes, voltou a dizer que a construção está praticamente consolidada.

“Temos que ter a consciência de que tem que prevalecer o espirito partidário. De qualquer forma, tudo leva a crer que o partido vá caminhar com o Wellington, na medida em que o próprio Bolsonaro já indicou esse cenário. Eu acho que é natural. Não vou afirmar nada, porque só Mauro e Wellington é quem pode garantir isso, mas para mim está bem encaminhada essa coligação”, pontuou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x