Olhar Direto

Segunda-feira, 08 de agosto de 2022

Notícias | Cidades

CHEGOU MORTO EM UPA

Pai é preso por suspeita de matar filho de um ano asfixiado por se irritar com choro

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Polícia Civil está investigando o caso

Polícia Civil está investigando o caso

Um homem de 22 anos, que não foi identificado, foi preso na manhã desta segunda-feira (20), por suspeita de ter matado o filho, de um ano e oito meses, asfixiado em Primavera do Leste (a 234 km de Cuiabá). Os policiais foram acionados pela equipe da UPA da cidade, após a criança chegar sem vida na unidade de saúde. 

Leia também 
Motociclista morto em acidente na Estrada de Chapada será cremado no PR: "morreu fazendo o que mais amava"

De acordo com a Polícia Civil, os pais da criança chegaram a alegar que ele havia, de alguma forma, enrolado o cabo de carregador de celular no próprio pescoço e se asfiixando. Informações preliminares apontam que o homem teria cometido o crime após se irritar com o choro da criança. 

O pai relatou que perceberam a situação apenas quando acordaram para levar a criança para a creche. Ele desenrolou o fio do pescoço do menino, mas relatou que ele já estava roxo, sem respiração e sem pulso. 

O suspeito teria tentado começar a reanimar a criança, que já estava morta. Eles chegaram na UPA por volta de 6h50 e o óbito foi constatado pela equipe médica. 

Não haviam sinais aparentes de agressão no bebê, apenas pequenas marcas no pescoço. Segundo a Polícia Civil, os pais e a criança moravam em uma quitinete, sendo que o berço da vítima ficava no quarto do casal.

O caso foi comunicado à Polícia Civil para as providências cabíveis. O pai da criança foi conduzido e interrogado pelo delegado plantonista, e autuado em flagrante por homicídio qualificado. 

Em seguida ele foi encaminhado para a Cadeia Pública de Primavera do Leste. A Polícia Civil está investigando o caso. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x