Olhar Direto

Quarta-feira, 10 de agosto de 2022

Notícias | Cidades

Valdebran Padilha

Empresário pivô do "escândalo dos aloprados do PT" é preso em Cuiabá acusado de estuprar adolescentes de 12 e 15 anos

Foto: Mauricio Barbant

Valdebran Padilha à época do escândalo dos aloprados

Valdebran Padilha à época do escândalo dos aloprados

O empresário Valdebran Padilha foi preso, nesta quarta-feira (22), em Cuiabá, acusado de estuprar a sobrinha, de 12 anos de idade, e outra menor de idade, de apenas 15 anos. Padilha ficou conhecido nacionalmente em 2006 pelo "Escândalo dos Aloprados do PT”, após ser preso em investigação que apurava a negociação de compra de um dossiê contra José Serra (PSDB), naquela época candidato ao Governo de São Paulo. 

Leia também:
Fiocruz identifica três casos de cepa da dengue mais disseminada no mundo em MT

De acordo com a assessoria da Polícia Civil, o empresário teve o mandado de prisão preventiva cumprido pela Polícia Civil, em mais uma investigação da Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

Ainda conforme a instituição, as investigações que levaram a prisão do empresário iniciaram após a tia da vítima procurar a Deddica, relatando o comportamento do ex-marido em relação a sobrinha, de 12 anos. Segundo informações, o abuso ocorreu no dia 31 de maio, quando o suspeito autorizado pelo pai da menor, buscou a vítima na escola e a levou até a sua residência onde ocorreu o abuso.

Durante as investigações, foi apontado outros momentos em que a família percebeu que o suspeito aliciava a menor e criava momentos para ficar próximo à menina. O suspeito também teria estreitado amizade com o pai da vítima para sair e manter maior contato com ela.

Outra situação também foi apontada em que o suspeito teria abusado de uma adolescente, de 16 anos, contratada como babá do seu filho na época em que ainda era casado. Diante dos levantamentos, o delegado Clayton Queiroz Moura representou pelo mandado de prisão preventiva do suspeito, que foi deferido pela Justiça. 

Com a ordem judicial em mãos, os policiais da Deddica deram cumprimento a prisão, na quarta-feira (22), na empresa do suspeito em Cuiabá. Após as providências de cumprimento do mandado, o suspeito foi encaminhado para audiência de custódia. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x