Olhar Direto

Terça-feira, 16 de agosto de 2022

Notícias | Política MT

informações desencontradas

Presidente da Câmara diz que aguarda esclarecimentos para tomar medidas em caso Paccola

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Presidente da Câmara diz que aguarda esclarecimentos para tomar medidas em caso Paccola
O presidente da Câmara de Cuiabá, Juca do Guaraná Filho (MDB), afirmou que ainda aguarda maiores esclarecimentos para decidir as medidas institucionais cabíveis no caso do tenente coronel Paccola (Republicanos), que matou um agente socioeducativo na noite da última sexta-feira (1). Segundo o republicano, o ato foi para proteger uma mulher que estava sob ameaça de uma arma de fogo.

Leia também:
Vereador de Cuiabá mata agente do sistema socioeducativo perto do restaurante Choppão; veja vídeos
 
“As informações ainda estão muito desconexas. Vou me inteirar com o judiciário, a Polícia Civil, antes de tomar um posicionamento”, disse Juca ao Olhar Direto. “Qualquer coisa que eu fale neste momento seria prematura”, completou.
 
O caso aconteceu na avenida Arthur Bernartes, atrás do restaurante Choppão. Paccola atirou e matou Alexandre Miyagawa, de 41 anos, que era agente socioeducativo. Segundo seu relato, o agente, que era mais conhecido como ‘Japão’, estava armado e apontando para uma mulher.
 
Em um vídeo que rodou nas redes sociais, é possível ver uma mulher, que provavelmente conhecia a vítima, e que ao que indica era endereçada aos servidores do complexo Pomeri, dizendo:

"Chegamos aqui na empresa SD. Paccolla e a galera dele atirou no Japão. Por uma coisa, assim... Eu desci para fazer xixi e ai ele desceu... e ai mataram o Japão", diz a autora da gravação, antes de começar a chorar. Em meio à fala ela ainda se vira para o vereador, que estava cercado de policiais, e declara: "não adianta chamar grupo de apoio não".
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x