Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de agosto de 2022

Notícias | Picante

Morte de “Japão”

Lei que autoriza porte de arma para agentes do socioeducativo foi aprovada em 2019

Foto: Reprodução

Morte de “Japão”
A polícia iniciou as investigações da morte do agente socioeducativo Alexandre Miyagawa, 41 anos, popularmente conhecido como “Japão”, baleado pelo vereador Tenente Coronel Paccola (Republicanos) na noite da última sexta-feira (1), em uma confusão nas ruas de Cuiabá. O parlamentar sustenta que alvejou Miyagawa porque o agente estaria armado e fez menção de virar com a arma em punho em sua direção. O direito de portar arma de fogo foi adquirido por “Japão” e por toda a categoria de agentes do Sistema Socioeducativo em setembro de 2019. Na ocasião, quando o texto passou pela AL, o deputado João Batista, intermediador entre parlamento e governo para a viabilização da matéria, comemorou. “A categoria necessita dessa proteção, tendo em vista a exposição aos riscos que correm constantemente, fazendo escolta, custódia e segurança, além de atuar diretamente na ressocialização de adolescentes em conflito com a lei. Esse projeto é de extrema importância para esses agentes, pois estão em situação de perigo fora do horário de expediente”, sustentou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Mais Picantes

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x