Olhar Direto

Sábado, 20 de julho de 2024

Notícias | Política MT

MUDANÇAS NOS LEGISLATIVOS

Juca entrega renúncia na Câmara para assumir cadeira na AL; Diego e Fabinho fazem o mesmo

Foto: Montagem/Olhar Direto

Juca entrega renúncia na Câmara para assumir cadeira na AL; Diego e Fabinho fazem o mesmo
Sob o risco de perder a cadeira na Assembleia Legislativa (ALMT), o vereador Juca do Guaraná (MDB) entrega carta de renúncia na Câmara de Cuiabá, ainda nesta terça-feira (31). O ato é necessário para tomar posse no cargo de deputado, nesta quarta-feira (1º). Assim como ele, Diego Guimarães (Republicanos) e Fabio Tardin (PSB) fazem o mesmo na Capital, e em Várzea Grande, respectivamente.​


Leia também:
Mauro critica reajuste de pisos da enfermagem e educação: ‘poderá criar um colapso fiscal em estados e municípios’

Juca abre mão do mandato de vereador sob risco de acabar ficando sem a cadeira na Assembleia, que é disputada pelo deputado Delegado Claudinei (PL). A vaga no Legislativo estadual pode mudar de mãos, por conta de questionamento na Justiça Eleitoral.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) indeferiu o registro do ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, Gilberto Mello (PL), que durante a eleição recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para tentar garantir a validade de seus votos. O ex-gestor chegou a desistir do recurso, mas Claudinei protocolou pedido para que o caso seja analisado.

Com isso, caso os votos de Gilberto sejam validados, Claudinei é quem ficará com a cadeira, por conta do quociente eleitoral, que garante mais uma vaga ao PL.

Diante do imbróglio jurídico, Juca tentou no TSE uma liminar permitindo que ele assuma o mandato na Assembleia, sem renunciar à vaga na Câmara. O pedido, no entanto, foi negado pelo ministro Alexandre de Moraes.

"Estou bastante confiante. Fui eleito com 20.723 votos, diplomado. Confio em Deus e na Justiça, tenho certeza que ficarei quatro anos honrando meu compromisso com Mato Grosso", disse Juca.

Suplentes

Com a saída de Juca, o suplente Rogério Varanda (MDB) é que assume na Câmara de Cuiabá. No lugar de Diego, a cadeira fica com Felipe Corrêa (Cidadania). Em Várzea Grande, Fabinho dará espaço a Jânio Calistro (União), que foi preso por suposta ligação com o tráfico de drogas e com facções criminosas, no ano de 2019.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet