Olhar Direto

Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Notícias | Cidades

POLÍCIA INVESTIGA

Laudo preliminar indica hemorragia no pulmão de fã que morreu durante show da cantora Taylor Swift

Foto: Reprodução

Laudo preliminar indica hemorragia no pulmão de fã que morreu durante show da cantora Taylor Swift
Laudo preliminar aponta que a estudante de psicologia Ana Clara Benevides, de 23 anos, tinha pequenas hemorragias no pulmão. A menina, que era estudante da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), morreu na sexta-feira (17), durante o show da cantora pop Taylor Swift, no Rio de Janeiro.


Leia mais
Familiares fazem vaquinha para ajudar nos custos de traslado de jovem que morreu no show da cantora Taylor Swift


A informação foi confirmada pela delegada Juliana Almeida ao canal de notícias CNN. De acordo com a autoridade policial, o corpo de Ana foi analisado pelo IML (Instituto Médico Legal) da cidade. Ela ainda explicou que faltam os resultados dos exames toxicológicos e histopatológico, que devem ficar prontos em 30 dias.

Ao site, Almeida apontou o que pode gerar essas hemorragias. A delegada assegurou que ainda é prematuro afirmar que a jovem morreu de hipertemia -  excesso de calor.

"Calor, insolação e desidratação são alguns desses fatores, mas sem o resultado dos exames, não temos como afirmar que seja isso", afirmou.

"Se tudo der negativo, poderemos chegar a conclusão de que foi por causa do calor", acrescentou.

A morte foi registrada como suspeita e está sob investigação da Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Relembre

Segundo uma amiga que estava com Ana no show, a jovem começou a passar mal no começo da apresentação da cantora.

A jovem foi socorrida no posto de atendimento dentro do Estádio Nilton Santos, o Engenhão, e foi posteriormente encaminhada ao Hospital Municipal Salgado Filho, onde foram feitas manobras de reanimação, mas ela não resistiu.

No dia do show em que Ana Clara morreu, a capital fluminense registrou 39,1°C e bateu recorde de sensação térmica, com 59,3°C.

No sábado (18), um dia após a morte de Ana, o Ministério da Justiça determinou que fosse autorizada a entrada com garrafas de água em shows e a disponibilização gratuita da bebida em casos de alta exposição ao calor.

O governo e a Prefeitura do Rio também anunciaram medidas para mitigar os riscos durante o show devido ao clima. O show de sábado (18) foi adiado para segunda (20) por conta do calor. 

(Com informações do CNN)
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet