Olhar Direto

Quarta-feira, 17 de julho de 2024

Notícias | PodOlhar

NO PODOLHAR

Flavia Moretti aposta em quebra da ‘sina’ de prefeitos de oposição aos Campos que enfrentaram problemas na gestão de VG

Foto: Reprodução/PodOlhar

Flavia Moretti aposta em quebra da ‘sina’ de prefeitos de oposição aos Campos que enfrentaram problemas na gestão de VG
Pré-candidata a prefeita de Várzea Grande, Flavia Moretti (PL) afirmou não temer enfrentar uma espécie de 'sina' daqueles que chegam ao Paço Municipal fazendo oposição aos Campos e outras famílias hegemônicas do município. Em caso de vitória nas eleições de outubro, a advogada disse que irá tomar posse em 2025 com o apoio da maior parte da bancada de Mato Grosso em Brasília, além do próprio partido.


ASSISTA A ÍNTEGRA DO PODOLHAR COM FLAVIA MORETTI, PRÉ-CANDIDATA A PREFEITA DE VG:


“Eu não tenho medo, não tenho receio. Primeiro porque estou com o apoio da maior bancada e do maior partido nacional que é o PL. Então, nós temos uma força política muito grande a nível nacional e a nível estadual também, que não tem por que eu temer a força política dessas famílias. Muito pelo contrário”, disse, durante entrevista ao PodOlhar, já disponível no Youtube (assista acima).

“Se ocorrer alguma coisa, uma situação lá na frente, nós vamos expor isso para sociedade. Todo tipo de artimanhas que possam vir, que podem estar prejudicando, acho que a gente tem que colocar bem colocado a nível público. se existe alguma dificuldade, tem que ser transparente com o que acontece”, completou.

lembrando que desde a redemocratização, em 1988, nomes que não tiveram apoio dos irmãos Jayme e Júlio Campos (ambos do PL) acabaram tendo grandes problemas na gestão.

Tião da Zaeli (PL) entregou o cargo em 2012, faltando 2 meses e 2 dias para encerrar o mandato, o que reforçou uma grande instabilidade político-administrativa, já que desde 2011 um imbróglio jurídico resultou numa dança das cadeiras entre ele, Murilo Domingo e o então presidente da Câmara, João Madureira.

Além de Tião e Murilo, Wallace Guimarães foi cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) em 2015, após enfrentar a ex-prefeita Lucimar Campos (União) nas urnas.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet