Olhar Direto

Domingo, 21 de julho de 2024

Notícias | Política MT

INVESTIGAÇÃO CONTRA PREFEITO

Chico afirma que processante contra Emanuel foi suspensa por erro de vereadores que agiram com 'raiva'

21 Mai 2024 - 14:15

Da Redação - Airton Marques / Do Local - Max Aguiar

Foto: Assessoria

O presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Chico 2000 (PL)

O presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Chico 2000 (PL)

O presidente da Câmara de Cuiabá, Chico 2000 (PL), afirmou que a comissão processante contra o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) só foi suspensa pela Justiça, pois houve erros no requerimento aprovado pela maioria dos vereadores em março deste ano.


Leia também
Vereadora cobra que Câmara recorra de decisão que suspendeu investigação contra Emanuel


Chico avaliou que a comissão nasceu com um pedido errado. O requerimento foi apresentado pelo vereador Fellipe Correa (PL), logo após o afastamento de Emanuel. O prefeito, no entanto, foi reconduzido ao cargo dois dias após ser retirado do cargo temporariamente.

“Ela nasceu com um pedido errado, com um objeto errado. Em razão disso, foi derrubado na justiça. E esses erros acabam sendo cometidos em razão da pressa, dos anseios, da raiva de se tomar algumas medidas e tomam sem pensar, sem analisar, sem fazer dentro dos aspectos técnicos. Isso acontece. Agora, isso é decisão de cada vereador e não cabe ao presidente entrar na linha de atuação dos edis aqui dessa Casa”, afirmou, durante conversa com a imprensa, nesta terça-feira (21).

A decisão que favoreceu Emanuel foi proferida pelo juiz Márcio Aparecido Guedes, da 2ª Vara Especializada da Fazenda Pública da capital, no dia 15 de maio. Até agora a Mesa Diretora não foi notificada e ainda não se sabe se irá recorrer.

No despacho, o magistrado apontou falta de clareza e precisão da denúncia acerca da incidência de infração político-administrativa. Ainda conforme juiz, é “evidente que o exercício da ampla defesa restou prejudicado”, ainda que a defesa prévia tenha sido apresentada, haja vista a dificuldade em impugnar elementos gerais, bem como a impossibilidade de se rediscutir administrativamente ação penal pendente de julgamento.

Nariz de palhaço

Chico ainda se esquivou quando questionado sobre a sessão do dia 16 de maio, quando vereadores de oposição apareceram em plenário utilizando nariz de palhaço, em protesto contra a suspensão da comissão, que estava na fase de ouvir testemunhas.

O presidente afirmou que a atitude é individual e não pesa contra a imagem da Câmara, já conhecida pela pecha de “Casa dos Horrores”.
 
“Na verdade, a Câmara é muito maior, este Parlamento é muito maior que todos nós. Então, não é o erro de A, B ou C que vai colocar em xeque a imagem do Parlamento Municipal, que seja julgado aquele que errou, que seja julgado aquele que cometeu. O parlamento é uma casa que está aqui para atender a população”, disparou.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet