Olhar Direto

Quarta-feira, 17 de julho de 2024

Notícias | Cidades

cobram melhores salários

Professores da UFR também entram em greve: já são 59 universidades sem aulas em todo o Brasil

Foto: Reprodução

Professores da UFR também entram em greve: já são 59 universidades sem aulas em todo o Brasil
Em assembleia geral realizada no auditório da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), nesta quinta-feira (23), professores aderiram à paralisação nacional e, com 86 votos favoráveis, 28 contrários e 3 abstenções, deflagram greve na instituição. 


Leia também
Mauro acena positivamente para que Fábio Garcia coordene campanha de Botelho, mas pede diálogo


Até a próxima sexta-feira (31), a instituição segue em estado de mobilização. A partir de segunda-feira (3), as aulas estarão suspensas em todo o campus. Dentre as principais reivindicações estão a recomposição do orçamento das universidades federais e recomposição salarial da categoria docente.

A greve dos professores e dos técnicos administrativos das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) e colégios federais começou em 15 de abril. Segundo balanço do Andes, assembleias realizadas até o dia de hoje nas instituições de ensino indicam a continuidade da greve em 59 universidades e mais de 560 colégios federais.

Pela proposta do governo, apresentada em maio, os professores de universidades e colégios federais teriam aumento de 13,3% a 31% até 2026. Os reajustes, entretanto, só começariam a ser aplicados em 2025.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet