Olhar Direto

Domingo, 14 de julho de 2024

Notícias | Cidades

ferrovia Vicente Vuolo

600 trabalhadores que constroem ferrovia em MT paralisam atividades e reivindicam melhores salários

Foto: Reprodução

600 trabalhadores que constroem ferrovia em MT paralisam atividades e reivindicam melhores salários
Aproximadamente 600 trabalhadores que constroem a ferrovia Vicente Vuolo iniciaram uma paralisação nesta segunda-feira (27), em Rondonópolis (212 km de Cuiabá). Os funcionários prestam serviço para uma empresa terceirizada contratada pela Rumo e  reivindicam melhores condições de trabalho, como alojamento mais próximo à cidade e reajuste nos seus salários.


Leia também
Mendes prevê concurso e diz que Sintep não precisa pedir o que está previsto para ser feito: "governo faz tudo que é possível"


Em nota, a Rumo informou que todas as obrigações previstas na legislação trabalhista e no acordo coletivo de trabalho firmado entre o sindicato profissional e o consórcio responsável pelas obras vêm sendo cumpridas. 

Diz ainda que o consórcio que emprega os trabalhadores está dialogando com os colaboradores para avaliar as reivindicações e as respectivas medidas que podem ser adotadas.

“A Rumo ressalta que incentiva o diálogo entre ambas as partes e busca uma solução de consenso para a situação”, diz a empresa em nota.

A ferrovia terá 730 quilômetros de trilhos, em dois ramais, um ligando Rondonópolis até Cuiabá e outro ligando Rondonópolis até Lucas do Rio Verde. O obras, segundo previsões iniciais, terá custo de R$ 11 bilhões. 
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

xLuck.bet - Emoção é o nosso jogo!
Sitevip Internet