Olhar Direto

Quarta-feira, 17 de julho de 2024

Notícias | Política MT

RONDONÓPOLIS

Após setor industrial apresentar crescimento de 40%, Paulo José diz que desafio da cidade é implantar um novo distrito

Foto: Reprodução

Após setor industrial apresentar crescimento de 40%, Paulo José diz que desafio da cidade é implantar um novo distrito
O setor industrial do município de Rondonópolis apresentou um crescimento de 39,91% entre os anos de 2017 e 2022, saltando de 907 industriais para 1.269 no espaço de 6 anos. Em número de empregos gerados, o setor saiu de 12.752 para 15.547 no mesmo período. 


Leia também
Pivetta diz que está pronto para participar das eleições de 2026; "camisa 10"


Os números colocam Rondonópolis como a segunda cidade mais industrializada do estado quando se trata de empreendimentos de médio e grande porte.
 
Os indicadores são do Observatório da Indústria, da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), e foram lembrados essa semana pelo pré-candidato a prefeito de Rondonópolis, Paulo José Correia (PSB).
 
“Estamos entre os maiores crescimentos industriais de Mato Grosso, mas o desafio agora é acelerar ainda mais esse processo e entrar de vez na industrialização”, avalia Paulo José, reafirmando a proposta de abertura de mais um distrito industrial em Rondonópolis. 
 
A área escolhida para o que será o quinto distrito industrial é uma fazenda, em negociação adquirida pela prefeitura em área próxima à saída para Campo Grande, na BR-163.
 
Paulo José lembrou que o setor industrial recebeu nos últimos anos uma infraestrutura que não tinha, como saneamento básico e asfaltamento. 
 
“Os distritos estavam abandonados antes da gestão Zé Carlos do Pátio, todos na cidade sabem disso. Hoje temos condições de crescer e abrir o quinto distrito porque fizemos a lição de casa, coisa que outros que jogam pedras não fizeram”, pondera.
 
"Potência econômica"
 

O economista Vivaldo Lopes, ex-professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e ex-secretário de Fazenda, realizou recentemente um estudo sobre as finanças de Rondonópolis. Os dados foram apresentados em uma palestra realizada na cidade, no último mês de abril.
 
“Rondonópolis é uma potência econômica. E digo isso, baseado em números. O estudo econômico que eu fiz usando mais de 200 indicadores na área da economia, na área das contas públicas, na área social, educação, saneamento, saúde e assistência social, mostra exatamente isso”, exaltou o economista. 
 
Vivaldo diz que os indicadores que reuniu lhe permitem afirmar que Rondonópolis está com a sua saúde fiscal em excelente condição. 
 
“É o segundo PIB de Mato Grosso, destina apenas 4% do que arrecada com dívidas, e isso é uma referência estadual e está em um ritmo de crescimento muito acelerado, especialmente no seu setor de serviços e industrial. O grande desafio daqui deve ser industrializar ainda mais para que continue crescendo nessa velocidade”, apontou.

(Com informações da assessoria)
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet