Olhar Direto

Quarta-feira, 17 de julho de 2024

Notícias | Política MT

SEM INTERFERÊNCIAS

'Kalil terá habilidade para bater martelo e escolher, não serei o empecilho', diz Jayme sobre vice

17 Jun 2024 - 07:08

Da Redação - Rafael Machado/ Do Local - Max Aguiar

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

'Kalil terá habilidade para bater martelo e escolher, não serei o empecilho', diz Jayme sobre vice
O senador Jayme Campos (União) disse que não vai interferir na decisão do vice no projeto de reeleição do prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat (MDB). Ele defendeu que o prefeito faça uma reunião com seu grupo político antes de tomar uma decisão.


Leia também 
Abilio culpa a esquerda após repercussão negativa de PL que equipara abordo ao homicídio


“Não tenho nada contra ninguém, agora, quem vai ser de fato o grande protagonista e sobretudo de DJ na decisão, na escolha do vice, será o prefeito Kalil”, ressaltou.

“Atropelar o processo eleitoral, isso não é bom. As eleições têm que costurar com os partidos, para que todo mundo saia satisfeito, não pode ter nenhum ruído. Eu estou indo para somar, ajudar e tenho certeza de que o Kalil terá habilidade suficiente no momento certo para bater o martelo e escolher. Não serei eu o empecilho”, acrescentou.

Apesar de dizer que quem vai decidir é o prefeito, Jayme comentou que as principais lideranças do União Brasil, como os deputados estaduais Eduardo Botelho e Júlio Campos e o deputado federal Coronel Assis, vão se reunir com o emedebista para debater o assunto.

Entre os cotados para vice da sigla estão o presidente da Câmara de Vereadores de Várzea Grande, Pedro Paulo Tolares, o Pedrinho, os vereadores Pablo Pereira e Rosy Prado. Além do filho do senador Dudu Campos e do filho do deputado Júlio Campos, Júlio Campos Neto.

Ele ressaltou que a vaga deve ser ocupada pelo União, devido ao apoio na eleição de 2020 e na gestão dele em Várzea Grande.

“O que eu tenho dito e volto a repetir é que a candidatura teria que sair do União Brasil. Agora, nós temos que sentar com os demais partidos que dão sustentação ao governo do prefeito Kalil. Imagino que outros partidos também querem indicar, mas é um assunto que tem no momento certo, nós não podemos tomar nenhuma decisão de forma açodada”, frisou.

A preferência pelo partido tem incomodado lideranças das siglas que anunciaram apoio a reeleição de Kalil, como o deputado estadual Fábio Tardin (PSB), que chegou a criticar o favoritismo do União.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet