Olhar Direto

Domingo, 21 de julho de 2024

Notícias | Cidades

VIOLÊNCIA SEXUAL

Ex-presidiário é preso por estuprar cozinheira de Cadeia Pública; suspeito esfaqueou marido de vítima

Foto: Olhar Direto

Ex-presidiário é preso por estuprar cozinheira de Cadeia Pública; suspeito esfaqueou marido de vítima
A Polícia Militar de Paranatinga (370 km de Cuiabá) prendeu, na madrugada de domingo (16), José Neto da Silva Júnior suspeito de ter estuprado a cozinheira da Cadeia Pública da cidade. O crime foi cometido, segundo os policiais, dias depois que o investigado deixou a unidade penitenciária. Ele ainda teria esfaqueado o marido da vítima.


Leia também
Comando Vermelho alugou casas e enviou faccionados para outras cidades após 'perder' integrantes
 
Os fatos chegaram à Polícia Militar depois que a cozinheira ligou para uma colega e contou o que havia acontecido com ela e com o seu marido.
 
Nervosa, a testemunha acionou uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e denunciou os crimes. A colega da mulher agredidda ainda acrescentou que o criminoso estaria no local e a equipe de socorrista acionou a Polícia Militar.
 
Os militares foram ao local onde teria ocorrido os fatos e encontraram um homem esfaqueado em uma casa.
 
Ao ser questionada sobre o que teria ocorrido com o marido, a cozinheira relatou que estava em casa dormindo com a vítima quando o criminoso bateu na janela do quarto e chamou o seu companheiro.
 
O homem atendeu ao chamado e ficou conversando com José Neto. Logo eles começaram uma discussão e a cozinheira ouviu o suspeito dizer: “bem que você merece uma facada”. Na sequência, ela disse ter ouvido o marido gritar.
 
A mulher ainda acrescentou que ao ver o marido ser ferido entrou na frente do agressor para acabar com as agressões. O homem ficou ferido no braço direito e no tórax. Ela foi socorrido, enquanto que o criminoso fugiu.
 
O estupro
 
Enquanto os policiais procuravam por José Neto, eles receberam uma denúncia dos policiais penais, que estavam no plantão na Cadeia Pública, de que a cozinheira havia sido estuprada.
 
Após a denúncia, os militares foram ao Pronto Atendimento onde ela estava acompanhando o marido. Ela detalhou que, quando entrou na frente do agressor para impedir os ataques, ele a agarrou e a levou para um mandiocal. No local, ela foi estuprada.
 
Diante das informações, os militares saíram em patrulhamento e prenderam José Neto próximo à municipal. Ele foi detido e encaminhado à Delegacia de Polícia para procedimentos.
 
O caso é investigado pela Polícia Civil.
Entre no nosso canal do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet