Olhar Direto

Sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Notícias / Política MT

Fracassa licitação do Dnit para trecho da 163/364 e Dnit reabrirá processo

De Brasília - Vinícius Tavares

04 Mar 2013 - 17:30

Foto: Reprodução

Fracassa licitação do Dnit para trecho da 163/364 e Dnit reabrirá processo
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) considerou fracassado o processo licitatório para escolha de empresas que farão obras de duplicação e melhorias na BR 163/364, entre Cuiabá e a Serra de São Vicente.

Dos oito consórcios de empresas que participavam do processo, duas não compareceram e as seis restantes declinaram por apresentarem preço mínimo incompatível com o máximo estipulado pelo Dnit, cujo valor é mantido em sigilo.

Dnit anuncia em 15 dias parecer sobre propostas entre Cuiabá e serra
Preços oferecidos por consórcios ficam acima da referência do Dnit

A proposta mais baixa feita pelas empresas foi de R$ 176 milhões, enquanto que a contraproposta do Dnit não superou R$ 132 milhões. Com isso, o Dnit cancelou o edital de número 608 e reiniciará outro, sem data marcada, para licitar trecho de 42 kms da rodovia.

Já o edital de número 750, que compreende trecho de 65 kms entre Rondonópolis e Jaciara, quase teve o mesmo desfecho. O consórcio liderado pela empreiteira Mendes Júnior apresentou proposta final de R$ 255 milhões para realizar as obras, mas o Dnit fixou valor máximo de R$ 240 e criou-se um impasse.

De acordo com o deputado federal Wellington Fagundes (PR-MT), que tem acompanhado toda a negociação, a comissão de licitação do Dnit vai analisar a proposta feita pela Mendes Júnior e divulgar o resultado no Diário Oficial da União.

Ele lembra que a concorrência ocorre por meio do Regime DIferenciado de Contratações (RDC) na forma de leião, na qual vence aquele grupo que apresentaros menores preços.

"O Dnit vai contratar aquelas empresas que apresentarem o menor preço e o melhor custo-benefício ao governo. Este é um modelo que dá mais segurança ao poder público", afirma.

Mais informações em instantes.

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • jecatatu
    05 Mar 2013 às 08:05

    Incompetentes. Não sabem sequer lançar um procedimento licitatório!

  • jecatatu
    05 Mar 2013 às 08:05

    Incompetentes. Não sabem sequer lançar um procedimento licitatório!

  • MAURO FERREIRA
    05 Mar 2013 às 07:09

    É simples! o que o povo tem que fazer é não reeleger ninguém, a cada eleição, votar em quem nunca teve mandato, em todas as esferas, municipal, estadual ou federal. Assim acabaríamos com o POLÍTICO PROFISSIONAL. FICA A DICA.

  • José Antonio
    05 Mar 2013 às 07:03

    Sempre arranjam um jeito de não dar certo para Cuiabá. Vergonha a omissão das nossas autoridades federais e municipais, de Cuiabá e de Várzea Grande. O trecho Cuiabá-São Vicente certamente é o mais movimentado de toda a rodovia por ficar na saída/chegada da capital. Colocaram o preço lá em baixo. É evidente faz tempo que não querem que chegue a Cuiabá nem a ferrovia, nem a duplicação rodoviária. Querem concentrar tudo em Roo e Lucas, em prejuízo de Cuiabá e Sinop. Isso nada tem a ver com viabilidade econômica, é só interesse de grupos minoritários, mas poderosos.

  • JABORANDÍ DANTAS
    04 Mar 2013 às 23:35

    DEPUTADO E SENADOR FORAM FEITOS PARA LEGISLAR, NÃO PARA INDICAR EMENDAS, VERBAS CARIMBADAS E OUTRAS MUTRETAS MAIS. TEM QUE PARAR COM ESSA SAFADESA. TEMOS QUE IMPLANTAR O VOTO DISTRITAL E FACULTATIVO E PARLAMENTARISMO NO BRASIL. CHEGA DE ENRIQUECER ESTES MALAS. ELES APRONTAM ESTAS CONCORRENCIAS DE M... E DEMORAM A VIABILIZAR AS ESTRADAS. ESSES MALAS ANDAM SÓ DE AVIÃO NÃO SE MATAM DIRIGINDO DE CUIABÁ À RONDONOPOLIS TODA SEMANA, COMO EU E TANTOS OUTROS.

  • LUIZ
    04 Mar 2013 às 20:36

    Oque faz, ora buscar o dele.

  • Luiz Carlos
    04 Mar 2013 às 20:29

    O Kleber disse tudo os caras ja armaram os esquemas para começar novamente junto com as chuvas e dai repete tudo de novo, os mesmos deputados, as mesmas empresas, os mesmos rituais, dai vem as eleições com o voto obrigatorio e o povo vota e eles repetem tudo novamente.... é o Brasil democratico.

  • Thiago
    04 Mar 2013 às 20:25

    @PHant: Provavelmente cuidando os proprios interesses e de seus patrocinaodres.

  • galo2013
    04 Mar 2013 às 20:05

    ...é bem Mato Grosso!

  • kleber
    04 Mar 2013 às 19:44

    Bastante provável que a licitação aconteça no início das próximas chuvas, o que não pode é sair da NORMALIDADE DO NOSSO GOVERNO. Impressionante tudo aquilo que é bom para a sociedade é ruim para nosso governo.

Sitevip Internet