Olhar Direto

Segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Notícias | Cidades

Marechal Rondon

Governador encontra apenas 15 pessoas trabalhando no Aeroporto e pede celeridade

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Governador encontra apenas 15 pessoas trabalhando no Aeroporto e  pede celeridade
O secretário de Cidades, Eduardo Chiletto, levou um pequeno ‘puxão de orelhas’ do Governador Pedro Taques (PSDB). O chefe do Executivo, visitou as obras do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, localizado em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá) e constatou in loco que apenas 15 pessoas estavam trabalhando na execução do projeto. Taques pediu mais celeridade e quer o terminal pronto até abril, inclusive com a internacionalização do aeródromo.

Leia mais:
Empresa prevê volta de voo internacional à Cuiabá ainda no primeiro semestre
 
“Sobre o aeroporto, precisamos que a empresa termine as obras lá. Ontem (14), chamei o secretário de Cidades, Eduardo Chilleto. Só tem 15 pessoas trabalhando lá. Isso é muito pouco, precisamos do terminal pronto no mês de abril. Ao menos a área que recebe os passageiros, deixando a parte administrativa mais para frente”, comentou o governador.
 
A intenção é que até lá, o aeroporto já esteja recebendo voos internacionais. Porém, isso depende da instalação da Receita Federal no terminal: “Já estamos tratando junto a Polícia Federal, Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Receita Federal para que possamos concretizar o trade turístico e a internacionalização do aeroporto, já que teremos em abril a Feira Internacional de Turismo aqui. Vamos retomar este importante evento, mas para isto precisamos finalizar tudo”, explicou Taques.
 
Vale lembrar que a empresa aérea AmasZonas demonstrou interesse em retornar com o voo que ligava Cuiabá a Santa Cruz de La Sierra (Bolívia), que funcionou durante a Copa do Mundo de 2014, mas foi cancelado após a Receita Federal alegar que não havia condições de fiscalizar a entrada e saída dos passageiros com destino ao país vizinho. O presidente da TAP Portugal, David Neeleman, também disse que Cuiabá poderá ter ligações diretas com a Europa a partir de 2019.
 
Cuiabá-Bolívia
 
O voo entre Cuiabá e Santa Cruz de La Sierra (Bolívia) começou a ser operado em junho de 2014, dias antes da Copa do Mundo. Com viagens três vezes por semana, a ocupação era de aproximadamente 80%. Havia a intenção de tornar as viagens diárias por conta dos bons números apresentados.
 
Vale lembrar ainda que Santa Cruz dispõe de conexão para os países andinos, América do Sul e outros. Partindo da Bolívia, um voo para Miami nos Estados Unidos, por exemplo, tem o seu tempo reduzido em quatro horas: “Trata-se de um voo de uma hora e quinze minutos para chegar ao mundo”, explica o presidente.
 
A companhia dispõe de oito aviões Bombardier CRJ-200 com capacidade para 50 passageiros cada. Até o fim do ano, a expectativa é de comprar sete novas aeronaves do mesmo modelo. No ano passado, foram mais de 600 mil passageiros transportados e a previsão é que em 2015 a companhia chegue a 1 milhão.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet