Olhar Direto

Quarta-feira, 20 de novembro de 2019

Notícias / Universo Jurídico

Julgamento do mensalão terá cobertura ao vivo no Olhar Jurídico

De Brasília - Vinícius Tavares

31 Jul 2012 - 18:35

Foto: Reprodução

Julgamento do mensalão terá cobertura ao vivo no Olhar Jurídico
As equipes do Olhar Direto e do Olhar Jurídico em Mato Grosso e Brasília estão concluindo os últimos preparativos para acompanhar, direto do Supremo Tribunal Federal (STF), todos os detalhes do julgamento da Ação Penal 470, cuja sentença pode punir 38 pessoas envolvidas no mensalão, escândalo que é considerado o mais grave da história política brasileira.

O julgamento mais esperado do ano começa na próxima quinta-feira (2) e deve se arrastar por todo o mês de agosto e parte de setembro.

Ex-senador Antero Paes de Barros teria recebido dinheiro do mensalão

Julgamento do mensalão ganha destaque nas mídias nacional e internacional

Supremo prepara esquema especial de trabalho para o julgamento do mensalão

Os correspondentes Catarine Piccioni, Vinícius Tavares e o editor-chefe Marcos Coutinho já estão credenciados pelo STF para cobrir os bastidores do caso em Brasília.

A cobertura do mensalão será feita ao vivo, com divulgação minuto a minuto do julgamento, traduzindo a linguagem jurídica de forma acessível e analisando em tempo real as implicações políticas de um caso que pode levar à cadeia alguns dos homens mais poderosos do Brasil.

Entre os réus, estão o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, o ex-deputado José Genuíno e os deputados federais João Paulo Cunha (PT-SP), Valdemar da Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT).

Também fazem parte da lista nomes como o do empresário Marcos Valério, o ex-tesoureuro do PT Delúbio Soares, o publicitário Duda Mendonça, além de ex-deputados, assessores e empresários.

Cobertura

Na retaguarda, as redações do Olhar Direto e Olhar Jurídico em Cuiabá, Sinop, Rondonópolis e em Barra do Garças estarão atentos à repercussão do caso com juristas e autoridades dos meios jurídico e político nacionais e do Estado.

A cobertura do Olhar Jurídico para o julgamento no STF é um novo marco das atividades do portal vinculado ao Olhar que se destina especialmente aos fatos do universo jurídico e dos poderes judiciários em Mato Grosso, no Brasil e no mundo.

Uma das novidades preparadas pela equipe do Olhar Direto e do Olhar Jurídico para a cobertura da Ação Penal 470 é a participação de renomados advogados e operadores do direito, que farão a análise em tempo real dos principais fatos e novidades decorrentes do julgamento. Os internautas também poderão assistir no site a transmissão ao vivo, em vídeo, das sessões no STF.

A leitura da acusação, a defesa dos réus e os votos do relator e revisor devem ser feitos até o final de agosto. Os votos dos demais ministros devem começar a ser lidos no início de setembro e podem durar até o fim do mês, às vésperas das eleições municipais, o que pode ter reflexos diretos em diversas disputas eleitorais por todo o Brasil.


Atualizada

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • adao l. f.flores.
    03 Out 2012 às 15:20

    Espero que a justiça seja feita como manda a lei. Está na hora dos nossos ilustres majistrados mostrar o castigo aos que erraram, punindo os culpados. Eu creio na nossa justiça. Abraços.

  • Eduardo Nascimento
    02 Ago 2012 às 22:29

    ESTAMOS DE OLHO! O povo brasileiro espera uma resposta exemplar! Viva a DEMOCRACIA!

  • ELEITOR DE CUIABÁ
    02 Ago 2012 às 08:09

    AQUELES QUEM TEM CULPA PAGUE. A LEI É BRANDA POR ISSO QUE AGEM DESSA MANEIRA. MAS AQUELE QUE TEM CULPA FOREM PUNIDOS COM CERTEZA OS DEMAIS AGENTE POLITICOS IRÃO PENSAR DUAS VEZES ANTES DE COMETER UM ATITUTE ILICITA.DOA A QUEM DOER TEM QUE SER PUNIDOS EXEMPLAMENTE.

  • josémário francisco dos santos
    31 Jul 2012 às 19:15

    Eu como brasileiro que sou, espero que pelo menos, no brasil com este julgamento haja mudanças de criticas à respeito da justiça, pois os poderes brasileiro estão muito aquem, esperamos verdadeiros poderes, justiça tem que agir com justiça, doa a quem doer, quem errou pague, e seja feito justiça não só com pobre não, os exemplos tem que vir de cima, isto é uma vergonha, 06 anos para julgar os poderosos, tudo isto, para dar meios de saída pra eles, estamos de olho em voçês.