Olhar Direto

Domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

Quatro fazendas pegam fogo e bombeiros coordenam civis no combate ao incêndio

Da Redação - Jardel P. Arruda

06 Ago 2015 - 18:18

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Quatro fazendas pegam fogo e bombeiros coordenam civis no combate ao incêndio
Uma equipe do Corpo de Bombeiros coordena ações de combate ao incêndio em quatro fazendas do Distrito de Deciolância, no município de Diamantino, aonde o fogo tomou conta da plantação de milho.

Leia mais:
Incêndios urbanos ocupam Bombeiros em período proibitivo; Três registrados hoje

De acordo com informações do sargento Fabiano Emanuel, o tenente Sabino está no local do incêndio para ajudar os fazendeiros, que já possuem equipamentos e pessoal treinado, para evitar uma queimada ainda maior.

De janeiro até 13 de julho, dois dias antes do inicio do período proibitivo, foram registrados 5.635 focos de calor em Mato Grosso, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), um número cerca de 20% abaixo do registrado em 2014. De lá para cá, os focos caíram ainda mais, mas ainda se revelam um problema para a saúde.

De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente (Sema), estão envolvidos no atendimento de combate a queimadas 75 bombeiros que atuarão diretamente com fogo nas 18 unidades do Corpo de Bombeiros no Estado e também nas cinco brigadas mistas e 10 bases descentralizadas de circulação nas quatro principais regiões do Estado.

O período proibitivo segue até 15 de setembro, mas pode ser prorrogado caso o Estado considere necessário. Estão disponibilizadas 17 caminhonetes, seis caminhões de bombeiros, dois aviões e dois helicópteros, que podem ser deslocados para qualquer um dos 141 municípios em caso de necessidade.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Justiça Seja Feita
    07 Ago 2015 às 09:54

    Romildo... Romildo... Que mundo você está mano? Bombeiro só apaga fogo em regiões urbanas? Fala asneira não moço. Umas das forças militares que ainda tem prestígio social dada asua nobre contribuição para a população ainda é o Corpo de Bombeiros... Os caras fazem um esforço tremendo para salavar pessoas(primeiramente) e também propriedades, pois sempre há a possibilidade de algo se tornar incontrolável e como já disse o nobre Eduardo, atingir também locais urbanos... Romildo Romildo!!! Fica de castigo, está sem merenda hoje.... kkkkk

  • Eduardo
    07 Ago 2015 às 09:02

    Prezado Romildo. O poder público deve zelar pela ordem e no caso em questão, possivelmente é um incêndio criminoso, pois que fazedendeiro iria colocar fogo em sua plantação? Ademais, se as chamas não são controladas na área rural, logo poderão chegar a algum núcleo urbano, sem contar a fumaça que afeta todos, inclusive os residentes na área urbana.

  • ROMILDO GONÇALVES
    07 Ago 2015 às 08:01

    FOGO NA ZONA RURAL É RESPONSABILIDADE DO PROPRIETÁRIO DA ÁREA SINISTRADA, FOGO NO PERÍMETRO URBANO RESPONSABILIDADE DA PREFEITURA, LEI N. 9605/98 DECRETO FEDERAL 2661/98 PORTARIA FEDERAL N. 94/98, ARTIGOS 14 E 15 DA LEI FEDERAL N. 9638/81, RESPONSABILIDADE OBJETIVO. O CONTRIBUINTE NÃO DEVE PAGAR BOMBEIROS PARA APAGAR FOGO EM ÁREA PARTICULARES. É PRECISO MUDAR O FOCO NOS DOIS SENTIDOS

Sitevip Internet