Olhar Direto

Quarta-feira, 05 de agosto de 2020

Notícias / Cultura

Centenária, Nympha relembra ‘velha Cuiabá’ e conta segredo da vitalidade

No próximo dia primeiro de novembro, dona Nympha Escolástica da Silva, tradicional mato-grossense, completa seu centésimo aniversário e a comemoração está prevista para começar às 8h, com missa na Igreja Santo Antônio...

Da Redação - Lucas Bólico

27 Out 2011 - 18:35

Foto: Lucas Bólico/OD

Centenária, Nympha relembra ‘velha Cuiabá’ e conta segredo da vitalidade
No próximo dia primeiro de novembro, dona Nympha Escolástica da Silva, tradicional mato-grossense, completa seu centésimo aniversário e a comemoração está prevista para começar às 8h, com missa na Igreja Santo Antônio, em Santo Antônio do Leverger, terra natal da homenageada. Para falar da festividade, dona Nympha me recebeu carinhosamente no sofá de sua casa há algum tempo. Não a conhecia, e o que impressiona – e cativa – a primeira vista, é sua lucidez e vitalidade.

Além da saúde física, a memória da senhora também é privilegiada. E privilégio maior é poder, em alguns instantes de conversa, conhecer uma Cuiabá desconhecida, esquecida e superada pelo tempo. Uma Cuiabá viva apenas na memória de remanescentes da geração de Nympha. Pare um instante para pensar, até onde a sua memória alcance, você já reparou o quanto a cidade mudou nos últimos anos? Então imagine quantas transformações não ocorreram nos últimos 100 anos das quais Nympha foi testemunha ocular da história.

Como se fosse ontem, ela lembra personagens históricos da política mato-grossense, importantes períodos históricos do Brasil e detalhes da rotina da velha Cuiabá. Hoje, já não se empolga mais quando o assunto é política. “É muita roubalheira”, lamenta. E Cuiabá já não tem o mesmo charme e segurança. “Cresceu e não é mais como antes. Não tem mais segurança. Naquele tempo se amarrava cachorro com linguiça”, brinca.

Nesse longo período de vida, dona Nympha casou-se com o poconeano José Vitoriano da Silva Lara, teve filhos, netos, bisnetos e um tataraneto. Perdeu o companheiro, amigos e familiares. “Morreu todo mundo”, afirmou com uma certa melancolia de quem viu toda uma geração ir embora. Deve ser solitário chegar aos 100 anos com tal lucidez.

Se quisesse, dona Nympha poderia muito bem mentir a idade. Ela caminha sozinha apenas com a ajuda de uma bengala, lê e escreve sem óculos. Um dos segredos dessa disposição toda, segundo ela, está no garfo. “Me alimento muito bem, tomo guaraná. Minha pressão é ótima e nunca tomo remédio para o coração”.

A festa de 100 anos dela vai ser especial pelo que o número representa, mas se depender das estimativas dos médicos, a família ainda vai ter de preparar muitas comemorações para a matriarca. “O médico me disse que vou chegar aos 120 anos”, diz. Quem a conhece, não duvida.

36 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Pascoal M. Cabral.
    03 Nov 2016 às 17:30

    Na Cuiabá antiga a ceia de natal, só era servida,após as cantigas dos galos. Os antigos Cuiabanos criavam galinhas nos quintais. Então de madrugada era uma verdadeira alvorada de cantigas de galos,coisas mas lindas. Outra: O cardapio de domingo,geralmente em muitas casas,se consumia pastéis, macarronada com frango caipira,feijão empamonado etc.

  • Marly Pereira Loureiro
    28 Out 2016 às 19:25

    Foram poucas vezes que tive o prazer de ver D.Nympha,eu a conheci por intermédio de sua sobrinha Maises Loureiro que vem a ser minha com cunhada e de cara gostei dessa linda senhora e nunca me esqueci de nossas conversas,seus sábios conselhos.Tive o prazer de ir em sua residência uma vez.Fico feliz em saber que a senhora está bem e lhe desejo tudo de melhor,que Deus a conserve assim linda,saudável!Parabéns D.Nympha Deus abençoe sua vida Feliz Aniversário!Um grande abraço!!!

  • Lazara
    28 Out 2016 às 11:02

    Dona Ninfa, exemplo de pessoa. Também aprendi tomar guaraná com ela, isto já tem mais de 30 anos. Guerreira, valente, determinada, são tantas qualidades que não dá pra descrever. Parabéns minha guerreira.

  • ANDREIA
    02 Nov 2011 às 21:47

    Dona Nympha, parabéns pelos seus 100 anos, e também pela linda festa que pude prestigiar, que Deus e todos os santos possam te dar muita saúde, saúde e saúde. E que venha os 120 anos.. te amamos. Andréia e Cirinho

  • Maria Auxiliadora da Costa( TUTA) e Antonino Gomes da Costa
    29 Out 2011 às 15:39

    Oii tiaa Nympha, parabéns pelo seu centenário, a senhora merece toda a homenagem do mundo, me sinto orgulhosa por fazer parte da sua vida...estarei presente em sua linda festa, um grande beijo da sua sobrinha que te ama muito!

  • Julio José de Campos
    28 Out 2011 às 19:29

    Ao ler esta reportagem sobre a vida da ilustre matogrossense Nympha,que completa seus 100 anos de vida,dia 1 de novembro,não poderia deixar de mandar o meus efusivos cumprimentos a essa adoravel amiga,companheira,de muitos anos de vida.Parabens aos familiares e descentendes de dona Nympha pelo previlegio que DEUS os concedeu,em dar a voces a opurtunidade de conviver e deliciar os seus sabios conhecimentos por 100 anos .Felecidades,saúde,paz,....e vamos chegar sim aos 120 anos.Abraços de Julio e Isabel Campos.

  • ROBERTO REZENDE
    28 Out 2011 às 18:44

    PRIMEIRO MANDAR UM RECADO PRA ISADORA E ISABELA,NAO SE CHAMA A BISÁ DE VC E DE SENHORA TENHA MAIS RESPEITO PELOS CABELOS BRANCOS DELA,NAO CONHEÇO NINGUEM DESSA FAMILIA,MAS MEUS PARABENS PELO CENTENARIO DE VIDA DA SENHORA E ATE QUE ENFIM UMA NOTICIA BOA,NESSE ANO.

  • Karla Marques e Waldir Marques
    28 Out 2011 às 15:49

    Tia Nympha, que lindo exemplo de vida, de motivação para todos nós,Parabéns e muitos Bjs. Que Nossa Senhora Aparecida abençõe todas as nossas familias.

  • Menezes
    28 Out 2011 às 13:04

    Perdi minha mãe muito cedo, aos 3 anos de idade mas fui criado pela minha avó materna, quando constituí minha família ela veio morar conosco e nos deixou aos 94 anos. Lúcida de tudo, com boa memória, bem humorada e boa de garfo. O que sou devo a ela. A saudade é grande. É impossível ver uma pessoa chegar a essa idade, com saúde, cheia de alegria e não se emocionar. Parabéns...Longa vida à D. Nympha. Que DEUS a ilumine.

  • Tatiana
    28 Out 2011 às 12:29

    Nossa, 100 anos de vida, quanta experiência, e quanta vitalidade Tive o imenso prazer de conhecê-la e é admirável a alegria e vivacidade que irradia desta grande mulher, parabéns por tudo que é fruto desses 100 anos, e que Deus continue abençoando sua vida com muita saúde, e muito amor sempre!!! Felicidades Dona Nympha!!!

Sitevip Internet