Olhar Direto

Quinta-feira, 20 de junho de 2019

Notícias / Cidades

FAB lança documentário sobre bastidores de resgate do acidente com Boeing da Gol em MT; veja

Da Redação - Wesley Santiago

27 Set 2016 - 11:15

FAB lança documentário sobre bastidores de resgate do acidente com Boeing da Gol em MT;  veja
A Força Aérea Brasileira (FAB) prepara o lançamento de um documentário que irá mostrar os 44 dias de trabalho dos militares na que é considerada a maior operação de resgate da história no país. Batizado de ‘Voo 1907 – 10 anos depois’, o filme mostrará como os 800 militares atuaram no local da queda do Boeing 737 da Gol, que caiu após chocar-se com um Embraer Legacy-600, no dia 29 de setembro de 2006. Ao todo, 154 pessoas morreram.

Leia mais:
Ministro nega recurso de pilotos do Legacy que colidiu com avião da Gol matando 154 pessoas em MT 

Ao todo, dois trailers já foram divulgados pela FAB (veja no fim da matéria). A intenção é contar os bastidores da operação que durou 44 dias. Segundo o órgão, esta foi a “maior operação de resgate da FAB, com cerca de 800 militares, 52 aeronaves utilizadas e mais de 1.500 horas de voo”. Com o slogan de ‘não deixamos ninguém para trás’, o documentário deverá ser lançado no dia em que a tragédia completa 10 anos (29/09/2016).
 
“O desfecho dessa história você conhece, mas não tem ideia do que realmente aconteceu durante o resgate”, diz trecho de uma publicação feita pela FAB no Facebook. “Nunca vai sair da minha cabeça isso aqui. A cada dia da minha vida eu lembro desse local, desse acidente. Me marcou para sempre. Trouxe para mim uma nova maneira de encarar a vida, de encarar meu dia a dia. Realmente foi marcante demais”, diz um dos militares no trailer.
 
O documentário promete mostrar a história contada por “quem participou da maior operação de resgate realizada pela FAB”. “É um ser humano, uma família que tinha ali, que foi destruída. Então é a satisfação de essa esposa, esse pai, essa mãe... vai ter teu filho de volta”, conta outro militar que também atuou.

O acidente

O acidente que vitimou todos os 154 passageiros do voo 1907 da Gol, aconteceu no dia 29 de setembro de 2006. Na ocasião, o avião Boeing 737-800, da companhia Gol Transportes Aéreos S/A, colidiu em voo, sob o céu do Estado de Mato Grosso, com o jato Embraer Legacy 600, prefixo N600XL. As duas aeronaves mantinham a mesma altitude (37.000 pés), e voavam em sentidos opostos, em pleno espaço aéreo controlado pelo ACC-BS (Centro de Controle de Área de Brasília), sediado no Cindacta-I (Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo).
 
Após a colisão, o Boeing se despedaçou no ar e caiu em uma região de árvores densas. As gravações das caixas pretas mostram que o piloto e o co-piloto da aeronave conversavam sobre viagens e viam um álbum de fotos quando foram atingidos pelo Legacy. Os dois se assustaram e tentaram manter a aeronave no ar, sem sucesso.
 
Já o Legacy, apesar de sofrer danos graves a sua asa e estabilizador horizontal esquerdo, pousou em segurança com seus sete ocupantes não lesionados, na base Aérea do Cachimbo. Várias famílias ainda lutam na justiça por indenizações. Em junho deste ano, a união foi condenada a arcar com indenização de R$ 20 mil, além de restituir mais de R$ 8 mil, a duas familiares de uma vítima do acidente aéreo.  
 
Confira os dois trailers:
 

 

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jozani
    28 Set 2016 às 06:01

    Só considero correto se o lucro do documentário for revertido para a família. Acredito tambem q o documentario tem q ter autorização da família

  • TEVES NEVES
    27 Set 2016 às 20:46

    Deus ilumine a Alma dos mortos , e conforte os Familiares. mas e os dois pilotos americanos, que causaram essa tragédia....se fosse nos estados unidos in verso a situação, Brasileiros estariam presos geraria até uma guerra, fizeram a cágáda aqui e estão de boa, acabaram com todas essas vidas, das familias e estão impunes, e esses indios, estão querendo indenização por danos ambientais, são um bando de oportunistas. cobram pedágios em varios estados....no Brasil é isso mesmo..impunidade.......

  • Mujica
    27 Set 2016 às 15:45

    Tjá mandei em duas via o ofício

  • Alex Mendes Soares
    27 Set 2016 às 15:36

    Será que "citaram" a ajuda dos indios da região?? Que como era período eleitoral o numero de votantes foi menor no primeiro turno pois estavam empenhados no auxilio e busca das vitimas da queda. Foram totalmente solidários com os brancos e agora serão lembrados??

  • Nao ti Conto
    27 Set 2016 às 15:01

    MUJICA, sugiro que ligue ou passe um e-mail diretamente para FAB. Ok ?

  • Mujica
    27 Set 2016 às 13:55

    A FAB DEVIA FAZER UM DOCUMENTÁRIO SOBRE O LIVRE ESPAÇO AÉREO NA FRONTEIRA,NA QUAL A DROGA ENTRA SOLTA. E AÍ FAB? QUE TAL?

Sitevip Internet