Olhar Agro & Negócios

Sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Notícias / Logística

Trecho de rodovia pedagiada vira lamaçal e população cobra celeridade de empresa e Sinfra

Da Redação - Fabiana Mendes

29 Nov 2018 - 11:13

Foto: Reprodução

Trecho de rodovia pedagiada vira lamaçal e população cobra celeridade de empresa e Sinfra
Moradores reclamam do ritmo e pedem celeridade nas obras de pavimentação asfáltica na MT- 235, entre o município de Sapezal (a 478 km de Cuiabá) e Campo Novo do Parecis (a 390 km de Cuiabá). Os trabalhos são feitos pela Secretaria de Infraestrutura de Mato Grosso (Sinfra-MT).  A Pasta, por meio de nota, afirmou que já notificou a construtora responsável pela obra, para que a empresa execute os serviços de reconstrução do trecho.

Leia mais:
Taques afirma que recapeamento da MT-235 está entre prioridades da Sinfra

Nas redes sociais, fotos mostram vários buracos pela rodovia, que é pedagiada. Alguns trechos também foram tomados pela lama, por conta do período chuvoso. “Passamos esse fds [final de semana] por essa estrada, na sexta feira já estava ruim, na segunda piorou, se continuar assim, até final das chuvas teremos graves atoleiros, sem falar em possíveis acidentes”, comenta um condutor.
 
Os vereadores José Carlos Gomes da Silva e Bárbara Bongiolo Sachetti enviaram um ofício ao secretário da Pasta, Marcelo Duarte Monteiro. Os parlamentares ponderam que existem buracos e trechos onde o asfalto foi completamente removido. “Solicitamos também melhorias na qualidade dos serviços realizados”, diz trecho do documento.

Na tarde do dia 11 de janeiro deste ano, o governador Pedro Taques garantiu para o prefeito de Sapezal, Valcir Casagrande, e vereadores do município, que a obra estava entre as prioridades da Sinfra. 

Outro lado 

Por meio de nota, a Sinfra assegurou compromisso com o cidadão e afirmou que haverá a continuidade da obra de recuperação do trecho. Esclareceu também que a construtora responsável foi notificada por estar descumprindo uma instrução normativa técnica criada em 2017, que orienta não abrir muitos quilômetros de asfalto em período chuvoso.
 
Confira o posicionamento na íntegra:
 
Diante da situação da rodovia estadual MT-235, entre Campo Novo do Parecis e Sapezal, o Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), vem à público reafirmar o seu compromisso com o cidadão, e assegurar para a população que haverá a continuidade da obra de recuperação do trecho desta importante rodovia que escoa parte da produção mato-grossense.
 
A Sinfra esclarece que já notificou a construtora responsável pela obra, para que a empresa execute os serviços de reconstrução do trecho da MT-235. O Estado destaca que a notificação ocorreu em virtude de a empresa ter descumprido uma instrução normativa técnica criada em 2017 pela Sinfra. A instrução normativa técnica orienta as empresas a não abrirem muitos quilômetros de reciclagem de base da rodovia (retirada do asfalto para recuperação) durante o período chuvoso nesta época do ano, para evitar transtornos aos usuários.
 
A Sinfra adianta que a empresa já recebeu a notificação, e informou a Secretaria Adjunta de Obras do órgão que irá continuar executando os serviços para assegurar a trafegabilidade no trecho, e dar mais segurança aos usuários. Por fim, o Estado de Mato Grosso reitera que a situação é resultado do não cumprimento da norma técnica do órgão rodoviário, e afirma que os recursos desta obra estão assegurados.
 

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Vladimir palma
    30 Nov 2018 às 09:15

    Conheço essa região desde 1997 ta desse jeito e assim tem até senador da região maggi

  • José
    29 Nov 2018 às 14:08

    Campo Novo do Parecis era para ser como Primavera, Lucas,Sorriso, só não é por pura incompetência administrativa, prefeitos de araque e manda- chuvas do século retrasado.

  • Zeca
    29 Nov 2018 às 13:20

    E os índios ainda cobram pedágio nesse trecho! Acabaram de vez com o Brasil e Mato Grosso. Não temos mais saída.

  • Ze Mendes
    29 Nov 2018 às 12:36

    ESTO É UMA VERGONHA MPE ONDE VOCÊS ESTÃO ESCONDITO POR NÃO VER ESSE ABSURDO, RODOVIA PEDAGIADA, TEM DE DAR MANUTENÇÃO.